SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.58 issue6Comparative study between thoracic epidural block and general anesthesia for oncologic mastectomyNeuromuscular and cardiovascular effects of pipecuronium: a comparative study between different dose author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

CARNEIRO, Haroldo Maciel et al. Estudo comparativo entre agulhas de 25 × 0,70 mm ou 20 × 0,55 mm para anestesia retrobulbar com baixo volume anestésico em tratamento de catarata por facoemulsificação. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2008, vol.58, n.6, pp. 569-581. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942008000600002.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Comparar a qualidade e a segurança da anestesia retrobulbar (ARB) para tratamento de catarata por facoemulsificação utilizando agulhas de dois diferentes tamanhos: 25 x 0,70 mm ou 20 x 0,55 mm. MÉTODOS: Seleção prospectiva de candidatos a bloqueio oftálmico para tratamento de catarata por facoemulsificação. Após sedação e monitorização padronizada, foi realizada anestesia retrobulbar (ARB) em punção única ínfero-lateral com 4 mL de ropivacaína 1%, contendo hialuronidase. No Grupo I (GI) a agulha utilizada foi de 25 x 0,70 mm e no Grupo II (GII), de 20 x 0,55 mm. Em um paciente de cada grupo foram realizadas tomografias computadorizadas no momento da realização do bloqueio oftálmico e após cinco minutos da administração da solução anestésica com contraste radiológico. A mobilidade ocular foi avaliada após três, cinco e dez minutos. Por meio de um questionário padronizado, foram comparadas a incidência de complicações entre os grupos, a satisfação dos pacientes e cirurgiões. RESULTADOS: Foram avaliados 54 pacientes adultos (27 por grupo). Nenhum paciente relatou dor ou percepção luminosa intra-operatória. O procedimento anestésico foi considerado muito bom (MB) ou excelente (E) em 96,30% dos casos nos dois grupos. A mesma avaliação foi feita por 100% dos pacientes. Não houve diferença na necessidade de repetição do bloqueio entre os grupos (p = 1,0). O GI apresentou menor mobilidade ocular aos 3 minutos (p = 0,03). Observou-se o posicionamento da agulha em posição retrobulbar intraconal em ambos os grupos. A dispersão anestésica foi similar entre os grupos aos 5 minutos. CONCLUSÃO: A ARB realizada com a agulha de 20 × 0,55 mm, em punção única ínfero-lateral, utilizando baixas doses de anestésicos, se apresenta como uma opção eficaz e segura para tratamento de catarata por facoemulsificação.

Keywords : CIRURGIA, Oftálmica [catarata]; CIRURGIA, Oftálmica [facoemulsificação]; TÉCNICAS ANESTÉSICAS, Regional [bloqueio retrobulbar].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese