SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.58 issue6Neuromuscular and cardiovascular effects of pipecuronium: a comparative study between different dosePostoperative continuous plexular analgesia: a study on the side effects and risk factors of catheter infection author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094On-line version ISSN 1806-907X

Abstract

TEBALDI, Thaís Cristina; MALBOUISSON, Luíz Marcelo Sá; KONDO, Mario. M  and  CARDOSO, Mônica M. S. C.. Efeito da adição de clonidina subaracnóidea à solução anestésica de sufentanil e bupivacaína hiperbárica ou hipobárica para analgesia de parto. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2008, vol.58, n.6, pp.593-601. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942008000600004.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Adição de clonidina subaracnóidea (±-agonista) prolonga a ação analgésica da combinação sufentanil e bupivacaína isobárica em analgesia combinada para o trabalho de parto 1. O objetivo deste estudo foi comparar a qualidade de analgesia e a prevalência de efeitos colaterais após a adição de clonidina subaracnóidea à solução anestésica em gestantes durante trabalho de parto. MÉTODO: Após aprovação da Comissão de Ética, 22 gestantes em trabalho de parto receberam aleatoriamente no espaço subaracnóideo 2,5 mg de bupivacaína hiperbárica 0,5% (grupo CLON/HIPER; n = 11) ou 2,5 mg de bupivacaína isobárica 0,5% (grupo CLON/ISO; n = 11) em associação ao sufentanil 2,5 µg e à clonidina 30 µg. A dor avaliada pela Escala Analógica Visual, a freqüência cardíaca e a pressão arterial média foram estudadas a cada 5 minutos nos primeiros 15 minutos e, a seguir, a cada 15 minutos até o nascimento. Foi avaliada a prevalência de efeitos colaterais (náusea, vômito, prurido e sedação). O estudo foi encerrado no momento em que foi necessária complementação analgésica peridural (dor > 3 cm) ou ao nascimento. A análise estatística foi realizada pelos testes t de Student, Qui-quadrado, Fisher e ANOVA de duas vias para medidas repetidas, considerando como significativo p < 0,05. RESULTADOS: Os grupos CLON/HIPER e CLON/ISO foram semelhantes com relação a dados antropométricos, duração da analgesia (70,9 ± 32,9 vs. 85,4 ± 39,5), freqüência cardíaca, ocorrência de prurido, sedação, náusea e vômitos. No grupo CLON/ISO houve diminuição significativa da pressão arterial média com relação ao grupo CLON/HIPER nos momentos 15, 30 e 45 minutos (p < 0,05). CONCLUSÕES: Nas condições estudadas, a adição de clonidina em baixa dose (30 ¼g), associada ao sufentanil, determinou maior ocorrência de hipotensão quando administrada com soluções isobáricas de anestésico local. Com relação aos demais efeitos colaterais, as soluções hiperbáricas e isobáricas comportam-se de maneira semelhante.

Keywords : ANALGESIA [parto]; ANALGÉSICOS [clonidina]; TÉCNICAS ANESTÉSICAS, Regional [subaracnóidea peridural combinadas].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · English ( pdf epdf ) | Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License