SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.59 issue1Impact of induced cardiac arrest on cognitive function after implantation of a cardioverter-defibrillatorTemperature control in conventional abdominal surgery: comparison between conductive and the association of conductive and convective warming author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094On-line version ISSN 1806-907X

Abstract

CUNHA JR., Ricardo Joaquim da; BARRUCAND, Louis  and  VERCOSA, Nubia. Estudo das alterações eletrocardiográficas com o uso de antidepressivos tricíclicos em pacientes com dor crônica. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2009, vol.59, n.1, pp.46-55. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942009000100007.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Os antidepressivos tricíclicos (ADT) são amplamente utilizados como analgésicos para lombalgias crônicas e dores neuropáticas. O objetivo deste estudo foi avaliar as alterações eletrocardiográficas dos pacientes com dor crônica em uso de amitriptilina ou imipramina. MÉTODO: Foram estudados 40 pacientes com idade entre 26 e 81 anos (57,27 ± 13,65 anos), de ambos os gêneros (feminino 19, masculino 21), com síndromes neuropáticas (lombociatalgias, síndromes pós-laminectomia, neurites pós-herpética, entre outras); 60% com doenças cardiovasculares; 30% tinham ECG alterado (BRD, BRE, BAV 1º grau, HBAE ou extra-sístoles). Foram realizados e analisados três ECGs: antes do início dos ADT, 30 e 60 dias após o início do tratamento, avaliando os parâmetros PR, QRS, QT, QTc, DQT, DQTc e FC. Trinta e dois pacientes fizeram uso de amitriptilina e oito de imipramina. A dose média ao final do estudo foi de 54,29 mg de amitriptilina e de 46,87 mg de imipramina. RESULTADOS: A análise das variáveis eletrocardiográficas após o uso dos ADT apresentou a amitriptilina com aumento na frequência cardíaca transitoriamente no gênero feminino (p = 0,049) e a duração do QRS nos pacientes com idade igual ou maior que 60 anos e nos cardiopatas na segunda avaliação (p = 0,01). Nos pacientes que receberam amitriptilina, doses de 75 mg, o intervalo QTc foi maior quando comparado com doses de 25 mg (p = 0,0044). O aumento desses parâmetros evidenciou o efeito da amitriptilina sobre a condução cardíaca; no entanto, não houve comprometimento clínico, pois os valores permaneceram dentro dos limites de normalidade (QRS < 110ms e QTc < 470ms). CONCLUSÕES: O uso clínico dos ADT em dores crônicas mostrou-se seguro e eficaz, não apresentando distúrbio da condução cardíaca com repercussão clínica.

Keywords : DOR, Crônica [neuropática]; DROGAS [Antidepressivos tricíclicos]; EXAMES COMPLEMENTARES [eletrocardiograma].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · English ( pdf epdf ) | Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License