SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.59 issue2Combined spinal-epidural block in a patient with amyotrophic lateral sclerosis: case reportSecond degree atrioventricular block Mobitz type I after administration of benzathine penicillin: case report author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

POTERIO, Glória Maria Braga et al. Reação anafilática durante transplante renal intervivos em criança alérgica ao látex: relato de caso. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2009, vol.59, n.2, pp. 210-218. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942009000200009.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A alergia ao látex vem se tornando frequente, atingindo pacientes e profissionais de saúde. O objetivo deste relato foi apresentar um caso de criança alérgica ao látex que desenvolveu crise anafilática durante anestesia para transplante renal e destacar algumas condutas multiprofissionais empregadas para diminuir o risco de choque anafilático após a reperfusão do transplante. RELATO DO CASO: Criança do sexo masculino, com 5 anos e 10 meses, P3 pela classificação da ASA, com história de alergia ao látex, diagnosticada após contato com bexigas de festa e confirmada por testes Rast específico para o látex e Prick teste, foi submetida a transplante renal intervivos, por insuficiência renal terminal em consequência de malformação urológica. Os cuidados para evitar a exposição da criança ao látex seguiram os protocolos para paciente alérgico ao látex, adotados pelo Serviço de Anestesia e de Enfermagem do Hospital das Clínicas da UNICAMP. Foram iniciados na véspera da operação com a limpeza terminal das salas cirúrgicas e a substituição de todos os produtos médico-hospitalares por produtos isentos de látex. Os equipamentos e materiais utilizados durante o procedimento possuíam laudo técnico de isenção completa de látex, fornecido pelo fabricante. A operação foi realizada sob anestesia geral com ventilação controlada mecânica. Ao final da operação necessitou de transfusão de concentrado de hemácias administrado com auxílio de pressurizador, apresentando rash cutâneo, cessou-se a transfusão, administrou-se hidrocortisona e aumentou-se a infusão de cristaloides. A resposta ao tratamento foi satisfatória e imediata. CONCLUSÕES: A alergia ao látex tornou-se um problema de saúde pública e o conhecimento de condutas terapêuticas específicas possibilita o pronto atendimento e menor risco para os pacientes

Keywords : CIRURGIA, Urológica [transplante renal]; COMPLICAÇÕES [alergia ao látex].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese