SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.59 issue3Epidural block for cesarean section: a comparative study between 0.5% racemic Bupivacaine (S50-R50) and 0.5% enantiomeric excess Bupivacaine (S75-R25) associated with SufentanilEvaluation of exhaled nitric oxide in patients undergoing myocardial revascularization with cardiopulmonary bypass author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

DUARTE, Leonardo Teixeira Domingues; PAES, Franklin Cespedes; FERNANDES, Maria do Carmo Barreto C.  and  SARAIVA, Renato Ângelo. Bloqueio do plexo lombar pela via posterior para analgesia pós-operatória em artroplastia total do quadril: estudo comparativo entre Bupivacaína a 0,5% com Epinefrina e Ropivacaína a 0,5%. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2009, vol.59, n.3, pp. 273-285. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942009000300002.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O bloqueio do plexo lombar pela via posterior promove analgesia pós-operatória efetiva na artroplastia total do quadril. Ropivacaína e bupivacaína não apresentaram qualquer diferença na eficácia analgésica em diferentes bloqueios de nervos periféricos. O objetivo deste estudo foi comparar a eficácia da analgesia pós-operatória resultante da administração em dose única da bupivacaína a 0,5% ou da ropivacaína a 0,5% no bloqueio do plexo lombar pela via posterior na artroplastia total do quadril. MÉTODO: Trinta e sete pacientes foram alocados aleatoriamente em dois grupos, segundo o anestésico local utilizado no bloqueio: Grupo B - bupivacaína a 0,5% com epinefrina 1:200.000 ou Grupo R - ropivacaína a 0,5%. Durante o período pós-operatório, os escores de dor e o consumo de morfina na analgesia controlada pelo paciente foram comparados entre os grupos. O sangramento durante a operação e a incidência de efeitos adversos e de complicações também foram comparados. RESULTADOS: Apesar dos escores de dor terem sido menores no Grupo R 8, 12 e 24 horas após o bloqueio, essas diferenças não foram clinicamente significativas. Regressão linear múltipla não identificou o anestésico local como variável independente. Não houve diferença no consumo de morfina, no sangramento intraoperatório e na incidência de complicações e efeitos adversos entre os dois grupos. CONCLUSÕES: A bupivacaína a 0,5% e a ropivacaína a 0,5% produziram alívio eficaz e prolongado da dor pós-operatória após artroplastia total do quadril, sem diferença clínica, quando doses equivalentes foram administradas no bloqueio do plexo lombar pela via posterior.

Keywords : ANALGESIA, Pós-operatória; ANESTÉSICOS, Local [bupivacaína]; ANESTÉSICOS, Local [ropivacaína]; CIRURGIA, Ortopédica [artroplastia de quadril]; TÉCNICAS ANESTÉSICAS, Regional [bloqueio do plexo lombar].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese