SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.59 issue3Epidural block for cesarean section: a comparative study between 0.5% racemic Bupivacaine (S50-R50) and 0.5% enantiomeric excess Bupivacaine (S75-R25) associated with SufentanilEvaluation of exhaled nitric oxide in patients undergoing myocardial revascularization with cardiopulmonary bypass author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

On-line version ISSN 1806-907X

Abstract

DUARTE, Leonardo Teixeira Domingues; PAES, Franklin Cespedes; FERNANDES, Maria do Carmo Barreto C.  and  SARAIVA, Renato Ângelo. Bloqueio do plexo lombar pela via posterior para analgesia pós-operatória em artroplastia total do quadril: estudo comparativo entre Bupivacaína a 0,5% com Epinefrina e Ropivacaína a 0,5%. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2009, vol.59, n.3, pp. 273-285. ISSN 1806-907X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942009000300002.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O bloqueio do plexo lombar pela via posterior promove analgesia pós-operatória efetiva na artroplastia total do quadril. Ropivacaína e bupivacaína não apresentaram qualquer diferença na eficácia analgésica em diferentes bloqueios de nervos periféricos. O objetivo deste estudo foi comparar a eficácia da analgesia pós-operatória resultante da administração em dose única da bupivacaína a 0,5% ou da ropivacaína a 0,5% no bloqueio do plexo lombar pela via posterior na artroplastia total do quadril. MÉTODO: Trinta e sete pacientes foram alocados aleatoriamente em dois grupos, segundo o anestésico local utilizado no bloqueio: Grupo B - bupivacaína a 0,5% com epinefrina 1:200.000 ou Grupo R - ropivacaína a 0,5%. Durante o período pós-operatório, os escores de dor e o consumo de morfina na analgesia controlada pelo paciente foram comparados entre os grupos. O sangramento durante a operação e a incidência de efeitos adversos e de complicações também foram comparados. RESULTADOS: Apesar dos escores de dor terem sido menores no Grupo R 8, 12 e 24 horas após o bloqueio, essas diferenças não foram clinicamente significativas. Regressão linear múltipla não identificou o anestésico local como variável independente. Não houve diferença no consumo de morfina, no sangramento intraoperatório e na incidência de complicações e efeitos adversos entre os dois grupos. CONCLUSÕES: A bupivacaína a 0,5% e a ropivacaína a 0,5% produziram alívio eficaz e prolongado da dor pós-operatória após artroplastia total do quadril, sem diferença clínica, quando doses equivalentes foram administradas no bloqueio do plexo lombar pela via posterior.

Keywords : ANALGESIA, Pós-operatória; ANESTÉSICOS, Local [bupivacaína]; ANESTÉSICOS, Local [ropivacaína]; CIRURGIA, Ortopédica [artroplastia de quadril]; TÉCNICAS ANESTÉSICAS, Regional [bloqueio do plexo lombar].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · English ( pdf epdf ) | Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License