SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.59 issue3Using the Cusum curve to evaluate the training of orotracheal intubation with the Truview EVO2® laryngoscopeAnesthesia in a patient with moebius sequence: case report author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

HELAYEL, Pablo Escovedo et al. Atitudes de anestesiologistas e médicos em especialização em anestesiologia dos CET/SBA em relação aos bloqueios nervosos dos membros superior e inferior. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2009, vol.59, n.3, pp. 332-340. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942009000300008.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O emprego da anestesia regional, em especial dos bloqueios nervosos periféricos (BNP) tem aumentado na prática anestesiológica devido à menor necessidade de instrumentação de vias aéreas, menor custo e excelente analgesia pós-operatória. Entretanto, sua utilização sofre restrições causadas pela falta de treinamento, maior tempo de realização, temor de complicações neurológicas e toxicidade sistêmica. O objetivo desse estudo foi medir as atitudes de anestesiologistas e médicos em especialização nos Centros de Ensino e Treinamento (CET/SBA) em relação aos BNP. MÉTODO: Foi construído um questionário com 25 itens sendo disponibilizado eletronicamente e por correio aos responsáveis de 80 CET, seus instrutores e médicos em especialização. RESULTADOS: Quarenta e dois CET (52,5%) devolveram 188 questionários, sendo 62 (32%) médicos em especialização (ME) e 126 (68%) anestesiologistas. O coeficiente de confiabilidade de Cronbach do questionário foi 0,79. A análise fatorial revelou seis fatores, que explicaram 53% da variância dos escores: fator 1 - atitudes positivas, responsável por 18,34 % da variância; fator 2 - treinamento/aplicação, responsável por 11,73 % da variância; fator 3 - aspectos negativos, responsável por 7,11 % da variância; fator 4 - fatores limitantes, responsável por 6,39 % da variância; fator 5 - anestesia regional como diferencial de competência, responsável por 5,79% da variância; e fator 6 - respeito pelo paciente, responsável por 5,4 % da variância. CONCLUSÕES: O questionário mostrou-se uma ferramenta fidedigna para medida de atitudes com relação à anestesia regional. Os anestesiologistas demonstraram maior interesse nos aspectos relacionados aos pacientes enquanto os ME tiveram como foco principal a aquisição de habilidades técnicas.

Keywords : ANESTESIOLOGIA, Ensino [bloqueios periféricos]; METODOLOGIA [pesquisa de opinião]; TÉCNICAS ANESTÉSICAS, Regional [bloqueio de nervo periférico].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese