SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.59 issue6Anesthetic conduct in cesarean section in a parturient with unruptured intracranial aneurysmWays the anesthesiologist can contribute to the prophylaxis of infection in the surgical patient author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

SILVA, Alexander Alves da et al. Ecocardiografia transesofágica e diagnóstico intraoperatório de veia cava superior esquerda persistente. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2009, vol.59, n.6, pp. 751-755. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942009000600012.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A persistência da veia cava superior esquerda ocorre isoladamente em 0,5% da população normal, porém nos pacientes com cardiopatia congênita chega a estar presente em 3% a 10% dos casos. O objetivo deste relato foi apresentar um caso de diagnóstico intraoperatório com o auxílio da ecocardiografia transesofágica e ressaltar a importância da sua utilização rotineira em intervenções cirúrgicas para correção de cardiopatia congênita. RELATO DO CASO: Paciente do sexo masculino, 16 anos, ASA II, com diagnóstico prévio de comunicação interatrial (CIA) tipo seio venoso superior com drenagem anômala parcial de veias pulmonares em programação para correção cirúrgica da cardiopatia. Após indução da anestesia geral foi realizado ecocardiograma transesofágico (ETE). O exame inicial mostrou dilatação das câmaras cardíacas direitas, CIA tipo seio venoso superior de 17 milímetros, drenagem anômala da veia pulmonar superior direita desembocando na veia cava superior (VCS) direita e dilatação do seio coronário, o que aventou a possibilidade da persistência da veia cava superior esquerda. Para a confirmação da suspeita foram injetados no acesso venoso do braço esquerdo 10 mL de solução fisiológica a 0,9% (faz o papel de "contraste" no exame ecocardiográfico) e imediatamente após foram visualizadas as microbolhas passando pelo seio coronário, teste positivo para o diagnóstico de VCS superior esquerda persistente. CONCLUSÕES: A ecocardiografia transesofágica rotineira no intraoperatório de pacientes com cardiopatia congênita tem fundamental importância como método auxiliar não só ao cirurgião, muitas vezes influenciando diretamente na técnica cirúrgica empregada, como também para o anestesiologista, que pode extrair do exame uma série de informações úteis no manuseio hemodinâmico do paciente.

Keywords : CIRURGIA, Cardíaca [cardiopatia congênita]; MONITORIZAÇÃO [ecocardiografia transesofágica].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese