SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.60 issue2Rapid and homogeneous reperfusion as a risk factor for postreperfusion syndrome during orthotopic liver transplantationTotal intravenous anesthesia (TIVA) in an infant with Werdnig-Hoffmann disease: case report author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

BEZERRA, Francisco J. L et al. Avaliação de parâmetros antioxidantes em ratos tratados com sevoflurano. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2010, vol.60, n.2, pp. 162-165. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942010000200008.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O sevoflurano é um éter halogenado com flúor que sofre biotransformação hepática através do citocromo P450 2E1. Éteres halogenados que sofrem biotransformação pelo P450 2E1 podem produzir espécies reativas do oxigênio (ERO) e promover enfraquecimento do sistema de defesa antioxidante. O objetivo deste trabalho foi investigar a relação entre a atividade das enzimas antioxidantes eritrocitárias e o sevoflurano. MÉTODO: Os animais foram distribuídos em quatro grupos: Grupo 1 controle: apenas oxigênio a 100% (1 L.min-1 por 60 minutos durante 5 dias consecutivos); Grupo 2 - sevoflurane 4,0% em oxigênio a 100% (1 L.min-1 por 60 minutos durante 5 dias consecutivos); Grupo 3 - isoniazida (i.p.), 50 mg.kg-1 de peso corporal /dia, durante 4 dias e em seguida tratados apenas com oxigênio a 100% (1 L.min-1 por 60 minutos durante 5 dias consecutivos); Grupo 4 - isoniazida por via intraperitoneal na dose de 50 mg.kg-1 de peso corporal, diariamente durante 4 dias, seguido da administração do sevoflurane a 4,0% em oxigênio a 100% (1 L.min-1 por 60 minutos durante 5 dias). Após 12 horas da última exposição ao sevoflurane, os animais foram sacrificados e o sangue foi coletado através da veia porta para análise da atividade das enzimas antioxidantes. RESULTADOS: Aumento da atividade específica da glicose-6-fosfato desidrogenase, diminuição da atividade específica da catalase, principalmente no grupo de animais pré-tratados com isoniazida e, em seguida, tratados com sevoflurano. A glutationa peroxidase não apresentou alteração na sua atividade. CONCLUSÕES: A interação do sevoflurano com indutores enzimáticos do citocromo P450 2E1 pode propiciar a instalação do estresse oxidativo caso a exposição se torne prolongada e repetitiva.

Keywords : ANESTÉSICOS, Volátil [sevoflurano]; ANIMAIS [ratos]; DROGAS, Antioxidantes [isoniazida]; METABOLISMO [citocromo P-450 CYP2E1, glucosefosfato desidrogenase].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese | Spanish     · pdf in English | Spanish | Portuguese