SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.60 issue3Evaluation of the influence of the codon 16 polymorphism of the beta-2 adrenergic receptor gene on the incidence of arterial hypotension and ephedrine use in pregnant patients submitted to subarachnoid anesthesiaAssessing the impact of lung hyperinflation maneuver on systemic inflammatory response and lung collapse in patients undergoing surgeries under spontaneous ventilation author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

CARMONA, Maria José Carvalho et al. Comparação dos efeitos da dobutamina e da milrinona sobre a hemodinâmica e o transporte de oxigênio em pacientes submetidos à cirurgia cardíaca com baixo débito cardíaco após indução anestésica. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2010, vol.60, n.3, pp. 237-246. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942010000300003.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Diversas classes de fármacos inotrópicos, com efeitos hemodinâmicos diferentes, são utilizadas no tratamento do baixo débito cardíaco em pacientes com disfunção sistólica submetidos a procedimento cirúrgico cardíaco. O objetivo deste estudo foi comparar o efeito da dobutamina e da milrinona sobre a hemodinâmica e o transporte de oxigênio nessa população de pacientes. MÉTODO: Após aprovação do Comitê de Ética institucional e obtenção do consentimento escrito pós-informado, 20 pacientes submetidos à cirurgia cardíaca e com índice cardíaco < 2 L.min-1.m-2 pós-indução anestésica e instalação de cateter de artéria pulmonar foram distribuídos aleatoriamente para receber dobutamina 5 µg.kg-1.min-1 (n = 10) ou milrinona 0,5 µg.kg-1.min-1 (n = 10). Medidas hemodinâmicas foram obtidas pós-indução, 30 e 60 minutos após, e gasometrias arterial e venosa nos momentos basal e 60 minutos. Os dados foram comparados usando teste t de Student não pareado ou ANOVA de duas vias para medidas repetidas. RESULTADOS: A dobutamina e a milrinona promoveram aumentos significativos no índice cardíaco (56% e 47%) e no transporte de oxigênio (53% e 45%), redução nos índices de resistência vascular sistêmica (33% e 36%) e pulmonar (34% e 19%), respectivamente. Contudo, não foram observadas diferenças entre os fármacos. CONCLUSÕES: Ambos os fármacos inotrópicos foram igualmente efetivos em restaurar o fluxo tecidual sanguíneo e a oferta tecidual de oxigênio para valores adequados em pacientes com baixo débito cardíaco submetidos à cirurgia cardíaca.

Keywords : ANESTESIA [Geral]; CIRURGIA [Cardíaca]; CIRURGIA [revascularização do Miocárdio]; COMPLICAÇÕES [baixo débito cardíaco]; DROGAS [Vasodilatadoras]; DROGAS [dobutamina]; DROGAS [milrinona].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese