SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.61 issue1Regional anesthesia for cesarean section in obese pregnant women: a retrospective study author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

VIVANCOS, Gustavo Gameiro; KLAMT, Jyrson Guilherme  and  GARCIA, Luís Vicente. Efeito da utilização de 2 mg.kg-1 de lidocaína endovenosa na latência de duas doses diferentes de rocurônio e na resposta hemodinâmica à intubação traqueal. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2011, vol.61, n.1, pp. 6-12. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942011000100001.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A lidocaína potencializa o efeito dos bloqueadores neuromusculares e atenua a resposta hemodinâmica à intubação. O objetivo do presente estudo foi testar o efeito da lidocaína sobre a latência de duas doses diferentes do rocurônio e sobre a resposta hemodinâmica à intubação orotraqueal (IOT). MÉTODO: 80 pacientes foram distribuídos em quatro grupos: os dos Grupos 1 e 2 receberam 0,6 mg.kg-1 de rocurônio, sendo que os do Grupo 2 receberam também 2 mg.kg-1 de lidocaína antes da indução; os dos Grupos 3 e 4 receberam 1,2 mg.kg-1 de rocurônio, sendo que os do Grupo 4 receberam 2 mg.kg-1 de lidocaína. A latência do bloqueio neuromuscular foi medida por meio da aceleromiografia. A avaliação hemodinâmica foi feita no momento basal, imediatamente antes e um minuto depois da IOT. RESULTADOS: Não se encontrou diferença estatística significativa entre a latência do rocurônio nas doses de 0,6 mg.kg-1 e 1,2 mg.kg-1 nos pacientes que receberam ou não a lidocaína antes da indução. A latência dos pacientes que receberam rocurônio 0,6 mg.kg-1 com lidocaína foi estatisticamente igual à dos pacientes que receberam 1,2 mg.kg-1de rocurônio, independentemente da administração ou não de lidocaína. Os pacientes que não receberam lidocaína antes da indução apresentaram aumento dos valores de pressão arterial sistólica, diastólica e média e da frequência cardíaca após a IOT, o que não ocorreu nos que receberam lidocaína. CONCLUSÕES: Assim, a lidocaína por via venosa antes da indução anestésica foi capaz de atenuar a resposta hemodinâmica associada às manobras de IOT, mas não de diminuir a latência do bloqueio neuromuscular produzido por duas doses diferentes de rocurônio.

Keywords : ANESTESICO, Local [lidocaína]; INTUBAÇÃO TRAQUEAL; FISIOLOGIA, Transmissão neuromusculares; TÉCNICAS DE MEDIÇÃO [hemodinâmica].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese