SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.61 issue3Anesthesia and rheumatoid arthritis author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

PEREIRA, Raquel da Rocha; FRANCO, Selma Cristina  and  BALDIN, Nelma. A dor e o protagonismo da mulher na parturição. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2011, vol.61, n.3, pp. 382-388. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942011000300014.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVO: Compreender pela teoria das representações sociais, as dimensões socioculturais da dor e seu impacto no protagonismo da mulher na parturição. MÉTODO: Para a investigação, utilizou-se a metodologia qualitativa, com o referencial teórico da fenomenologia e da teoria da representação social. Foram realizadas 45 entrevistas semiestruturadas com gestantes dos serviços público e privado de saúde de Joinville, SC, com no mínimo quatro consultas de pré-natal e que estavam no terceiro trimestre de gestação. RESULTADOS: Da análise de conteúdo das falas, emergiram três categorias empíricas: medos e preocupações, vivências e influência sociocultural, as quais possibilitaram construir três categorias interpretativas: modelo biomédico, desinformação e papel da mulher na decisão pela via de parto. Os achados relatados neste artigo evidenciam a dor como um dos elementos construtores das representações sociais feminina sobre a parturição. Observou-se que a dor influencia o comportamento da gestante a partir do medo e se torna a gênese de outros sentimentos aversivos e preocupações que envolvem o evento da parturição. CONCLUSÃO: Nesse contexto, a dor revela-se como um dos principais construtores das atuais representações sociais femininas sobre a parturição e contribui para a curva ascendente nos índices de cesárea no Brasil.

Keywords : ANALGESIA [Parto]; CIRURGIA [Cesárea].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese | Spanish     · pdf in English | Spanish | Portuguese