SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.62 issue2Cigarette smoking and the effect of dexmedetomidine and fentanyl on tracheal intubationTreatment of hemicrania continua: case series and literature review author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

TOMAL, Cíntia Reina Grisan et al. Avaliação da indução, recuperação, agitação ao despertar e consumo com uso de duas marcas de sevoflurano para anestesia ambulatorial. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2012, vol.62, n.2, pp. 163-172. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942012000200003.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O sevoflurano por suas características farmacológicas é o anestésico ideal para procedimentos de curta duração. Existem duas marcas de sevoflurano no mercado brasileiro, o Sevocris® e Sevorane®, com diferentes formulações e envasamento. O objetivo deste estudo foi analisar se existem diferenças entre os dois anestésicos na indução, manutenção, recuperação e consumo. MÉTODO: Foram incluídas 130 crianças dividas em dois grupos segundo a marca do agente utilizado: Grupo 1 sevoflurano da Cristália® e Grupo 2 da Abbott®. Foram analisados os seguintes parâmetros: frequência cardíaca, pressão arterial sistólica e diastólica, fração inspirada e expirada de sevoflurano, valores de BIS, temperatura timpânica, tempos de indução e recuperação, agitação ao despertar pela escala PAED e consumo do anestésico por pesagem dos vaporizadores. A indução foi realizada com 1 CAM e incrementadas a cada três movimentos respiratórios em 0,5 CAM, até no máximo 3 CAM. RESULTADO: Não houve diferença entre os grupos quanto ao tempo de procedimento e de anestesia e nos parâmetros avaliados na indução. No Grupo 1, o número de crianças que necessitaram bolus adicionais de sevoflurano na manutenção da anestesia foi maior que no 2 (p < 0,05). A fração inspirada e expirada de sevoflurano no final do procedimento foi menor no Grupo 1 (p < 0,001). No momento do despertar o valor do BIS foi menor no Grupo 1 (p = 0,045). Outros parâmetros avaliados na recuperação não mostraram diferença entre os grupos. O consumo de anestésico foi semelhante entre os grupos.

Keywords : ANESTESIA [Inalatória]; ANESTESIA [Especialidade]; ANESTESIA [Pediátrica]; ANESTESIA [Qualidade]; ANESTÉSICOS [Volátil]; ANESTÉSICOS [sevoflurano].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese | Spanish     · pdf in English | Spanish | Portuguese