SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.62 issue3Extracorporeal circulation interference on emergence from anesthesia in patients submitted to myocardial revascularizationThe median effective volume of crystalloid in preventing hypotension in patients undergoing cesarean delivery with spinal anesthesia author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

CANTURK, Mehmet et al. Ropivacaína para raquianestesia unilateral: hiperbárica ou hipobárica?. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2012, vol.62, n.3, pp. 304-311. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942012000300003.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O objetivo deste estudo foi comparar a unilateralidade do bloqueio subaracnoide obtido com ropivacaína hiperbárica e hipobárica. MÉTODOS: Estudo prospectivo aleatorizado conduzido em centro cirúrgico ortopédico. No total, 60 pacientes (ASA I-III) programados para cirurgia eletiva de artroplastia total do joelho foram incluídos no estudo. O grupo hipo (n = 30) recebeu 11,25 mg de ropivacaína (7,5 mg.mL-1) + 2 mL de água destilada (a densidade em temperatura ambiente foi 0,997) e o grupo hiper (n = 30) recebeu 11,25 mg de ropivacaína + 2 mL (5 mg.mL-1) de dextrose (a densidade em temperatura ambiente foi 1,015). Os pacientes no grupo hiperbárica foram posicionados com o lado operado para baixo e na posição de Fowler a 15º e os pacientes do grupo hipobárica foram posicionados com o lado operado para cima e na posição de Trendelenburg a 15º. O bloqueio combinado de raquianestesia e anestesia peridural (ACRP) foi realizado na linha mediana do interespaço lombar em L3 e L4. Foram avaliados os parâmetros hemodinâmicos e de bloqueio da coluna vertebral, tempo de regressão, sucesso da raquianestesia unilateral, conforto do paciente, do cirurgião e da cirurgia, tempo até a primeira requisição analgésica e efeitos adversos. RESULTADOS: O tempo necessário para atingir o nível de dermátomo T10 no lado operado foi menor no grupo hiper (612,00 ± 163,29 segundos) comparado ao grupo hipo (763,63 ± 208,35 segundos) (p < 0,05). O tempo para a regressão de dois segmentos do nível de bloqueio sensorial nos lados operado e não operado foi menor no grupo hipo do que no grupo hiper. CONCLUSÃO: A ropivacaína tanto hiperbárica quanto hipobárica (11,25 mg) proporcionou anestesia adequada e confiável para artroplastia total do joelho (ATJ), com um alto nível de conforto para o paciente e cirurgião. As soluções anestésicas hipobáricas locais fornecem um alto nível de anestesia unilateral, com rápida recuperação dos bloqueios sensitivo e motor e, portanto, pode ser preferível em regime ambulatorial.

Keywords : anestesia; combinada; anestésicos; local; ropivacaína; técnicas anestésicas; regional; hiperbárica; hipobárica.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese | Spanish     · pdf in English | Spanish | Portuguese