SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.62 issue3Ropivacaine for unilateral spinal anesthesia; hyperbaric or hypobaric?A comparative study of non-lipid nanoemulsion of propofol with solutol and propofol emulsion with lecithin author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

SHIQIN, Xu et al. Volume mediano efetivo de cristaloides na prevenção de hipotensão arterial em pacientes submetidas à cesariana com raquianestesia. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2012, vol.62, n.3, pp.318-324. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942012000300004.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A hipotensão materna associada à raquianestesia no parto cesáreo é a complicação mais frequente e problemática, com sérios riscos para a mãe e comprometimento do bem-estar neonatal. Nesse contexto, o volume efetivo de cristaloides por via intravenosa como uma estratégia de prevensão ainda não foi estimado. MÉTODOS: Oitenta e cinco parturientes com estado físico ASA I/II submetidas à cesariana seletiva foram selecionadas e 67 mulheres elegíveis foram designadas para receber uma pré-carga de cristaloides com 2 mL de bupivacaína hiperbárica a 0,5% (10 mg) mais 50 µg de morfina. O volume de cristaloides foi determinado por um método sequencial up-and-down. Os cristaloides foram infundidos a uma taxa de 100 a 150 mL.min-1 antes da anestesia espinal. O volume inicial de cristaloides foi de 5 mL.kg-1. Os dados do efeito do volume foram ajustados para o modelo sigmoidal de máxima eficácia e a mediana do volume efetivo (VE50) e seu intervalo de confiança (IC) de 95% foram calculados usando a estimativa de máxima verossimilhança e a regressão logística de Firth corrigida. RESULTADOS: Sessenta e sete parturientes completaram o estudo e foram analisadas. Vinte e oito pacientes (41,8%) desenvolveram hipotensão, com queda da pressão arterial sistólica (PAS) superior a 20% do valor basal. O VE50 de cristaloides foi de 12,6 mL.kg-1 (IC 95%, 11,6 a 14,8 mL.kg-1). Com a correção de Firth, a probabilidade conjunta do volume efetivo de cristaloides a 13 mL.kg-1 foi de 50,2% (IC 95%, 30,0% a 83,1%). CONCLUSÕES: O VE50 estimado da pré-carga de cristaloides necessário para prevenir a hipotensão induzida por anestesia espinhal em parto cesáreo é de 13 mL.kg-1 (valor aproximado). Porém, a profilaxia ou terapia com vasoconstritores também deve ser preparada e administrada no momento oportuno.

Keywords : anestesia; regional; raquianestesia; cirurgia; cesárea; complicações; hipotensão; hidratação.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese | Spanish     · English ( pdf epdf ) | Spanish ( pdf epdf ) | Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License