SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.62 issue3Ropivacaine for unilateral spinal anesthesia; hyperbaric or hypobaric?A comparative study of non-lipid nanoemulsion of propofol with solutol and propofol emulsion with lecithin author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

SHIQIN, Xu et al. Volume mediano efetivo de cristaloides na prevenção de hipotensão arterial em pacientes submetidas à cesariana com raquianestesia. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2012, vol.62, n.3, pp. 318-324. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942012000300004.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A hipotensão materna associada à raquianestesia no parto cesáreo é a complicação mais frequente e problemática, com sérios riscos para a mãe e comprometimento do bem-estar neonatal. Nesse contexto, o volume efetivo de cristaloides por via intravenosa como uma estratégia de prevensão ainda não foi estimado. MÉTODOS: Oitenta e cinco parturientes com estado físico ASA I/II submetidas à cesariana seletiva foram selecionadas e 67 mulheres elegíveis foram designadas para receber uma pré-carga de cristaloides com 2 mL de bupivacaína hiperbárica a 0,5% (10 mg) mais 50 µg de morfina. O volume de cristaloides foi determinado por um método sequencial up-and-down. Os cristaloides foram infundidos a uma taxa de 100 a 150 mL.min-1 antes da anestesia espinal. O volume inicial de cristaloides foi de 5 mL.kg-1. Os dados do efeito do volume foram ajustados para o modelo sigmoidal de máxima eficácia e a mediana do volume efetivo (VE50) e seu intervalo de confiança (IC) de 95% foram calculados usando a estimativa de máxima verossimilhança e a regressão logística de Firth corrigida. RESULTADOS: Sessenta e sete parturientes completaram o estudo e foram analisadas. Vinte e oito pacientes (41,8%) desenvolveram hipotensão, com queda da pressão arterial sistólica (PAS) superior a 20% do valor basal. O VE50 de cristaloides foi de 12,6 mL.kg-1 (IC 95%, 11,6 a 14,8 mL.kg-1). Com a correção de Firth, a probabilidade conjunta do volume efetivo de cristaloides a 13 mL.kg-1 foi de 50,2% (IC 95%, 30,0% a 83,1%). CONCLUSÕES: O VE50 estimado da pré-carga de cristaloides necessário para prevenir a hipotensão induzida por anestesia espinhal em parto cesáreo é de 13 mL.kg-1 (valor aproximado). Porém, a profilaxia ou terapia com vasoconstritores também deve ser preparada e administrada no momento oportuno.

Keywords : anestesia; regional; raquianestesia; cirurgia; cesárea; complicações; hipotensão; hidratação.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese | Spanish     · pdf in English | Spanish | Portuguese