SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.61 número1Triceratium moreirae sp. nov. and Triceratium dubium (Triceratiaceae - Bacillariophyta) from estuarine environments of Southern Brazil, with comments on the genus Triceratium C. G. Ehrenberg índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Revista Brasileira de Biologia

versión impresa ISSN 0034-7108

Resumen

GUERRA, M. de O.; MAZONI, A. S. B.; BRANDAO, M. A. F.  y  PETERS, V. M.. Toxicologia do Lapachol em ratas: embrioletalidade. Rev. Bras. Biol. [online]. 2001, vol.61, n.1, pp. 171-174. ISSN 0034-7108.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-71082001000100021.

O Lapachol é uma naftoquinona com potencial terapêutico contra enterovírus, doença de Chagas e como antimalárico. Para estudar o potencial embriotóxico do Lapachol, ratas originalmente Wistar, grávidas, foram tratadas com 0,5 ml de água destilada (grupo controle); 0,5 ml de solução hidroalcoólica (grupo veículo) e 10 mg de Lapachol em 0,5 ml de solução hidroalcoólica (grupo tratado) por gavage, do 8o ao 12o dia de gestação. As seguintes variáveis foram observadas: peso corporal materno nos dias 1, 6, 15 e 21, consumo de ração nos dias 2, 6, 15 e 21 de gestação. O número de fetos vivos e mortos e os locais de reabsorção foram contados. Os ovários foram pesados e os corpos lúteos, contados. Os dados foram analisados por ANOVA "one way", teste de Dunnet e Qui-quadrado. O nível de significância dos testes foi a = 0,05. Os resultados mostram que as mães não foram afetadas, mas ocorreram 99,2% de mortes fetais, o que indica um potente efeito embriotóxico do Lapachol para o rato.

Palabras llave : Lapachol; embriotoxicidade; rato.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · pdf en Inglés