SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.48 número3Enfermagem: fatores de satisfaçãoA questão do vírus da imunodeficiência humana e a autoproteção no trabalho índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Enfermagem

versão impressa ISSN 0034-7167

Resumo

ENDERS, Bertha Cruz. O papel do enfermeiro de saúde publica: projeções no ensino. Rev. bras. enferm. [online]. 1995, vol.48, n.3, pp.251-271. ISSN 0034-7167.  https://doi.org/10.1590/S0034-71671995000300008.

Analisa-se o papel do enfermeiro em saúde pública no contexto do ensino, como ponto de partida para uma avaliação da prática. Objetivou-se 1) Identificar o papel do enfermeiro em saúde pública projetado nos conteúdos programáticos das disciplinas de saúde pública do Curso de Enfermagem na Universidade Federal do Rio Grande do Norte desde sua implantação em 1974 até 1990 e, 2) Avaliar as concepções projetadas no ensino frente a realidade das práticas dos egressos. Conceptualizações da teoria de papeis nortearam o entendimento do termo "papel" e do processo de internalização do conceito. Utilizou-se uma abordagem qualitativa com triangulação na coleta de dados. Dados foram obtidos em duas fontes: nos conteúdos programáticos do Curso e nas opiniões dos enfermeiros egressos do Curso. Técnicas de análise documental foram aplicadas a 70 programas de disciplinas de Saúde Pública e uma amostra aleatória estratificada de 60 enfermeiros foi entrevistada utilizando um questionário específico. Os dados foram analisados à luz da teoria de papeis para a identificação do conceito. Em seguida, se analisou o conceito com base nas políticas de saúde vigentes da época em estudo. Os resultados demonstram que o papel do enfermeiro em saúde pública projetado nos conteúdos focaliza funções múltiplas, assistenciais educativas e administrativas dentro de uma visão preventiva. O objetivo da enfermagem em saúde pública tem sido a prevenção, dentro de uma prática de assistência primária e mais recentemente, dentro de uma perspectiva de mudança e de transformação das questões sociais e das políticas de saúde. Focaliza o enfermeiro planejador, competente nas técnicas epidemiológicas. A percepção dos egressos é também preventiva e focaliza o papel educador e conscientizador do enfermeiro, embora pouco avanço se observa com relação às questões sociais da população. Existe uma incompatibilidade entre os conceitos expressos no curso e os exigidos na prática profissional, refletindo insatisfação dos egressos com a formação recebida no Curso que ressaltam insegurança técnica na prática. Conclui-se que o conceito da prática de enfermagem em saúde pública tem atendido as demandas das políticas de saúde vigentes, porém não as demandas da prática do enfermeiro. Tal divergência entre o ensino e a prática de enfermagem em saúde pública aponta a necessidade de uma revisão curricular no que tange o objeto de trabalho da enfermagem em saúde pública.

Palavras-chave : Enfermagem em Saúde Pública e Educação em Enfermagem; Prática de Saúde Pública.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons