SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.65 número2Conhecimento do adolescente sobre vacina no ambiente da Estratégia Saúde da FamíliaVivências de pessoas com diabetes e amputação de membros índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Brasileira de Enfermagem

versão impressa ISSN 0034-7167

Resumo

FRANCA, Inácia Sátiro Xavier de et al. O des-cuidar do lesado medular na atenção básica: desafios bioéticos para as políticas de saúde. Rev. bras. enferm. [online]. 2012, vol.65, n.2, pp. 236-243. ISSN 0034-7167.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-71672012000200006.

Objetivou-se investigar quais as ações realizadas nas Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF) para atender as demandas dos adultos com lesão medular (LM) pós-reabilitados; e enumerar facilidades/dificuldades para atender às demandas desses usuários. Estudo qualitativo realizado em vinte UBSF. Participaram, aleatoriamente, vinte médicos e vinte enfermeiros. Utilizou-se entrevista semiestruturada e análise de conteúdo. A análise das categorias baseou-se nos princípios da integralidade, universalidade, beneficência e justiça. Detectaram-se: desqualificação profissional para assistir a pessoa com LM, assistência fragmentada, dificuldades para agendar consultas e exames, dificuldades na referência e contrarreferência, inexistência de ações contínuas para cuidar dos indivíduos com LM. As UBSF não asseguram a proteção de todos os cidadãos, pois existem desafios à construção de práticas de saúde solidárias, acolhedoras e, consequentemente, mais efetivas e resolutivas para os sujeitos com LM.

Palavras-chave : Traumatismos da medula espinhal; Pessoas com deficiência; Regeneração da medula espinhal; Enfermagem em reabilitação; Bioética.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Inglês     · pdf em Inglês