SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.65 número2Cuidado em saúde mental: a escuta de pacientes egressos de um Hospital DiaGrupos de pesquisa em educação em Enfermagem: linhas de pesquisa e produção científica em três regiões do Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Enfermagem

versão impressa ISSN 0034-7167

Resumo

BORGES, Moema da Silva  e  MENDES, Nayara. Representações de profissionais de saúde sobre a morte e o processo de morrer. Rev. bras. enferm. [online]. 2012, vol.65, n.2, pp.324-331. ISSN 0034-7167.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-71672012000200019.

Os currículos da área de saúde deixam uma lacuna na formação teórica e prática, permitindo que a morte seja interpretada como fracasso. A pesquisa objetivou apreender as representações sociais da morte e do processo de morrer para os profissionais de saúde. Trata-se de uma pesquisa qualitativa de natureza exploratória. Foram entrevistados cinco profissionais de saúde que prestam assistência a pacientes fora de possibilidades de cura. Utilizou-se o software Alceste para apreender o conteúdo das representações sociais dos entrevistados. Da análise de conteúdo das entrevistas emergiram dois eixos distintos: o primeiro eixo agrupa classes que dizem respeito à dimensão do profissional frente à morte; o segundo eixo refere-se à dimensão subjetiva frente à morte. Os resultados ressaltam a necessidade de investir na capacitação dos alunos não somente no desenvolvimento de habilidades técnicas, mas também no desenvolvimento de habilidades interpessoais, elementos fundamentais para o cuidado humano, sobretudo diante a morte.

Palavras-chave : Esgotamento profissional; Tanatologia; Humanização da assistência; Educação em enfermagem.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons