SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.65 número2Cuidado em saúde mental: a escuta de pacientes egressos de um Hospital DiaGrupos de pesquisa em educação em Enfermagem: linhas de pesquisa e produção científica em três regiões do Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista Brasileira de Enfermagem

versão impressa ISSN 0034-7167

Resumo

BORGES, Moema da Silva  e  MENDES, Nayara. Representações de profissionais de saúde sobre a morte e o processo de morrer. Rev. bras. enferm. [online]. 2012, vol.65, n.2, pp. 324-331. ISSN 0034-7167.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-71672012000200019.

Os currículos da área de saúde deixam uma lacuna na formação teórica e prática, permitindo que a morte seja interpretada como fracasso. A pesquisa objetivou apreender as representações sociais da morte e do processo de morrer para os profissionais de saúde. Trata-se de uma pesquisa qualitativa de natureza exploratória. Foram entrevistados cinco profissionais de saúde que prestam assistência a pacientes fora de possibilidades de cura. Utilizou-se o software Alceste para apreender o conteúdo das representações sociais dos entrevistados. Da análise de conteúdo das entrevistas emergiram dois eixos distintos: o primeiro eixo agrupa classes que dizem respeito à dimensão do profissional frente à morte; o segundo eixo refere-se à dimensão subjetiva frente à morte. Os resultados ressaltam a necessidade de investir na capacitação dos alunos não somente no desenvolvimento de habilidades técnicas, mas também no desenvolvimento de habilidades interpessoais, elementos fundamentais para o cuidado humano, sobretudo diante a morte.

Palavras-chave : Esgotamento profissional; Tanatologia; Humanização da assistência; Educação em enfermagem.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · pdf em Português