SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.65 issue2The Vargas Dictatorship in Brazil (1937-1945) and the Primer Franquismo in Spain (1939-1945): power and counter-power of nursesReligion and mental health: the challenge of integrating religiosity to patient care author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Enfermagem

Print version ISSN 0034-7167

Abstract

STEFANE, Thais; NAPOLEAO, Anamaria Alves; SOUSA, Fátima Aparecida Emm Faleiros  and  HORTENSE, Priscilla. Influência de tratamentos para enxaqueca na qualidade de vida: revisão integrativa de literatura. Rev. bras. enferm. [online]. 2012, vol.65, n.2, pp.353-360. ISSN 0034-7167.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-71672012000200023.

Este estudo objetivou identificar o impacto dos principais tratamentos para a enxaqueca na qualidade de vida (QV) de pessoas acometidas e os instrumentos utilizados para a avaliação da QV. Trata-se de uma revisão integrativa de literatura em que foram utilizadas as bases de dados PubMed, BIREME e The Cochrane Library e selecionados artigos entre 2000 a 2009. Foram eleitos 42 artigos para análise e leitura na íntegra. Os artigos foram classificados em três categorias: tratamentos farmacológicos para a crise, tratamentos farmacológicos profiláticos e tratamentos alternativos para enxaqueca. Na maioria dos estudos os instrumentos utilizados para avaliar a QV eram validados e os mais comumente utilizados foram o Medical Outcomes Study Questionaire 36-Item Short Form Health Survey (SF 36), o Migraine-Specific Quality of Life Questionnaire e o Migraine Disability Assessment. Conclui-se que, de uma maneira geral, os tratamentos parecem refletir positivamente na QV dos sujeitos com enxaqueca.

Keywords : Transtornos de enxaqueca; Terapêutica; Qualidade de vida.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License