SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.65 issue3Use of alteplase in the treatment of acute ischemic stroke: what nurses know?Environmental factors as supportive components in communication and care for hospitalized elderly author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Enfermagem

Print version ISSN 0034-7167

Abstract

LISBOA, Cristiane Rabelo  and  CHIANCA, Tânia Couto Machado. Perfil epidemiológico, clínico e de independência funcional de uma população idosa institucionalizada. Rev. bras. enferm. [online]. 2012, vol.65, n.3, pp. 482-488. ISSN 0034-7167.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-71672012000300013.

Estudo descritivo transversal com objetivo de descrever características sócio-demográficas, clínicas e o nível de independência funcional de 97 idosos institucionalizados nas duas instituições de longa permanência de Itaúna-MG. Utilizou-se instrumento com variáveis sócio-demográficas e clínicas, além da Escala de Independência em Atividade da Vida Diária de Katz. Observou-se predomínio de idosas (59%), média de idade de 77 anos, analfabetos (55%), brancos (67%), solteiros (63%), sem filhos (68%) e 30% que moravam sozinhos e tinham dificuldades para realizar atividades de vida diária, sendo este o motivo principal da institucionalização. A maioria dos idosos (72%) apresentava doenças cardiovasculares; 80,4% usavam neurolépticos/psicotrópicos; 2,1% não usavam medicamentos e 23% eram independentes para realizar atividades de vida diária. Estes idosos demandam cuidados mais qualificados, justificados pela dependência, patologias, riscos de complicações e medicamentos utilizados.

Keywords : Instituição de Longa Permanência para Idosos; Saúde do Idoso; Envelhecimento da População.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese