SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.78 número2Esclerite posteriorO uso de enxerto e retalho de periósteo em Oftalmologia índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Oftalmologia

versão impressa ISSN 0034-7280versão On-line ISSN 1982-8551

Resumo

SABINO, Larissa Rocha de Andrade et al. Entrópio palpebral severo pós cirurgia de correção de ptose. Rev. bras.oftalmol. [online]. 2019, vol.78, n.2, pp.141-143.  Epub 13-Maio-2019. ISSN 0034-7280.  http://dx.doi.org/10.5935/0034-7280.20180114.

Paciente de 69 anos evoluiu com entrópio palpebral severo após cirurgia de correção de ptose palpebral pela técnica de reinserção da aponeurose do músculo levantador da pálpebra superior. Realizada reintervenção onde foi diagnosticado uma fixação da aponeurose em uma posição muito inferior e feita uma refixacação no 1/3 superior do tarso, com melhora do quadro funcional e estético com boa satisfação da paciente. Devido às suturas em topografia mais inferior, o tarso adquire forma de U em decorrência do dobramento no centro da placa tarsal e da rotação inferior da sua metade superior resultando no entrópio. Este caso ressalta a importância do cuidado quanto a localização da inserção da aponeurose do MLPS, principalmente nos paciente idosos, como forma de evitar o encurvamento vertical do tarso.

Palavras-chave : Entrópio/etiologia; Blefaroptose /cirurgia; Blefaroptose/ complicações.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )