SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.69 issue3Effects of chlorhexidine mouthwash on radiation induced mucosistis in head and neck cancerEffects of number and position of electrodes in the cochlea on speech perception of implanted patients post-lingually deafened author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Otorrinolaringologia

Print version ISSN 0034-7299

Abstract

TOMA, Melissa M. T.  and  MATAS, Carla G.. Audiometria de tronco encefálico (abr): o uso do mascaramento na avaliação de indivíduos portadores de perda auditiva unilateral. Rev. Bras. Otorrinolaringol. [online]. 2003, vol.69, n.3, pp.356-362. ISSN 0034-7299.  https://doi.org/10.1590/S0034-72992003000300010.

A necessidade do mascaramento na avaliação da audição por meio da ABR ainda é um assunto consideravelmente debatido (Durrant & Ferraro, 2001). OBJETIVO: O presente estudo propôs investigar a necessidade do mascaramento contralateral, empregado na orelha normal, ao realizar a ABR em indivíduos portadores de perda auditiva neurossensorial unilateral. FORMA DE ESTUDO: Clínico prospectivo. MATERIAL E MÉTODO: A amostra constituiu-se de 22 indivíduos portadores de perda auditiva neurossensorial unilateral de grau profundo, sendo 10 do sexo feminino e 12 do sexo masculino, com idades variando entre 9 e 44 anos. Todos os indivíduos foram submetidos a: audiometria tonal liminar, logoaudiometria (SRT, IPRF e SDT), medidas de imitância acústica (incluindo a pesquisa dos reflexos acústicos - modo ipsilateral e contralateral) e audiometria de tronco encefálico na ausência e na presença do mascaramento. RESULTADOS: Todos os indivíduos apresentaram perda auditiva neurossensorial unilateral de grau profundo e curvas timpanométricas do tipo A bilateralmente. Na avaliação da ABR, 100% da amostra apresentou presença da Onda V na orelha comprometida, sendo que ao introduzir o mascaramento contralateral tais respostas não foram observadas. CONCLUSÕES: O mascaramento é um procedimento necessário para a avaliação da audição por meio da ABR em indivíduos portadores de perdas auditivas unilaterais, visando a obtenção de resultados fidedignos. Na ABR, a atenuação interaural para clicks foi maior (65 dB) do que a observada na audiometria tonal liminar, sendo necessário, portanto, uma menor intensidade de mascaramento para eliminar a resposta da via auditiva contralateral.

Keywords : audição; audiometria de tronco encefálico; mascaramento; perda auditiva unilateral.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License