SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.69 issue3Auditory brainstem response (abr): use of masking in unilateral hearing loss patientsCorrelation between height and vocal folds dimensions author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Otorrinolaringologia

Print version ISSN 0034-7299

Abstract

RIZZI, Flávia M. de L.  and  BEVILACQUA, Maria C.. Efeitos do número e localização dos eletrodos na cóclea na percepção da fala de indivíduos pós-linguais implantados. Rev. Bras. Otorrinolaringol. [online]. 2003, vol.69, n.3, pp.364-369. ISSN 0034-7299.  https://doi.org/10.1590/S0034-72992003000300011.

Usuários de um mesmo modelo de Implante Coclear (IC) podem obter diferentes graus de benefícios, dependendo do modo como o sistema é programado. OBJETIVO: Considerando que determinado canal do dispositivo interno estimule aproximadamente a mesma região da escala timpânica nos diferentes pacientes que apresentam inserção total do feixe de eletrodos, o objetivo deste estudo foi avaliar se existe uma região específica da cóclea responsável por um melhor desempenho na percepção de fala. FORMA DE ESTUDO: Clínico prospectivo. MATERIAL E MÉTODO: Participaram do estudo 12 deficientes auditivos inseridos no programa de IC do Centro de Pesquisas Audiológicas do HRAC-USP, todos usuários de IC multicanal "Med-EL", com inserção total dos eletrodos e reconhecimento de fala em conjunto aberto. Foram realizados testes de percepção de fala em três diferentes situações: 1) todos os canais ativados, 2) 6 canais da base da cóclea ativados e 3) 6 canais do ápice da cóclea ativados. RESULTADOS: Houve diferença estatisticamente significante entre as situações 1 e 2 e entre as situações 1 e 3, porém nenhuma diferença estatisticamente significante foi encontrada entre as situações 2 e 3. CONCLUSÃO: Os dados não permitiram relacionar uma região específica da cóclea com um melhor desempenho na percepção de fala, porém 7 dos 12 pacientes testados obtiveram melhor performance quando os 6 canais basais estavam ativados, sugerindo que nas inserções parciais, onde os eletrodos não chegam até a região mais apical da cóclea e a estimulação ocorre mais intensamente nas regiões basal e medial, pode haver aproveitamento das informações auditivas.

Keywords : fala; eletrodos-cóclea.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License