SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.72 issue3Vocal assessment in patients submited to CO2 laser cordectomyThe oral mucosa in leprosy: a clinical and histopathological study author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Otorrinolaringologia

Print version ISSN 0034-7299

Abstract

ARAUJO FILHO, Bernardo Cunha et al. Anatomia endoscópica da artéria etmoidal anterior: estudo de dissecção em cadáveres. Rev. Bras. Otorrinolaringol. [online]. 2006, vol.72, n.3, pp. 303-308. ISSN 0034-7299.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-72992006000300003.

INTRODUÇÃO: a artéria etmoidal anterior (AEA) é um importante ponto de reparo anatômico para localização do seio frontal e da base de crânio. Entretanto, apesar de diversos estudos endoscópicos em cadáveres, ainda não temos um estudo anatômico sobre AEA na população ocidental. OBJETIVOS: Determinar pontos de reparo para localização da artéria, estudar sua relação com a base do crânio e grau de deiscência, assim como variações intra e interindividuais. CASUÍSTICA E MÉTODOS: Foram realizadas dissecções das fossas nasais em 25 cadáveres. RESULTADOS: O comprimento médio do trajeto intranasal da artéria etmoidal anterior foi de 5,82mm. O canal etmoidal anterior apresentou algum grau de deiscência em 66,7%. A distância média do ponto médio da artéria à espinha nasal anterior foi de 61,72mm (dp = 4,18mm); à axila nasal foi de 64,04mm (dp = 4,69mm); e à axila anterior do corneto médio foi de 21,14mm (dp = 3,25mm). Para todas as medidas, não houve diferença estatisticamente significativa quando comparados os lados direito e esquerdo (p>0,05). CONCLUSÕES: Concluímos que a axila da concha média é o ponto de reparo mais confiável para a localização da AEA.

Keywords : anatomia; artéria etmoidal anterior; endoscópico; endoscópio.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese