SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.72 issue3Chronic GVHD: predictive factor for rhinosinusitis in bone marrow transplantationStandardization of techniques used in facial nerve section and facial movement evaluation in rats author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Otorrinolaringologia

Print version ISSN 0034-7299

Abstract

BERNARDES, Raquel et al. Estudo molecular em crianças candidatas e submetidas ao implante coclear. Rev. Bras. Otorrinolaringol. [online]. 2006, vol.72, n.3, pp. 333-336. ISSN 0034-7299.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-72992006000300007.

OBJETIVOS: recentes progressos obtidos na biologia molecular vêm possibilitando a identificação da etiologia da surdez. A alta prevalência de mutações no gene da conexina 26 e sua facilidade de estudo possibilitam o diagnóstico. A mutação mais freqüente neste gene é a chamada 35delG. O objetivo do presente trabalho foi averiguar a incidência da mutação 35delG em crianças candidatas e submetidas ao implante coclear que tiveram a surdez diagnosticada como, supostamente idiopática. MATERIAL E MÉTODO: Estudo realizado no Setor de Implantes Cocleares da Disciplina de Otorrinolaringologia e no Laboratório Genética Humana-CBMEG, UNICAMP-SP. Foram avaliadas 32 crianças candidatas e usuárias de implante coclear, apresentando perda auditiva neurossensorial severa a profunda bilateral. Para a detecção da mutação 35delG foi utilizada a técnica de PCR alelo-específico (AS-PCR), usando primers e reação em cadeia da polimerase. RESULTADOS: 69% apresentaram exame normal, 12% foram homozigotos e 19% dos casos foram heterozigotos. A mutação 35delG em heterozigose não diagnostica a causa da surdez apenas comprova que o paciente é portador dessa mutação. CONCLUSÃO: No presente estudo, os dados obtidos confirmaram a alta prevalência da mutação 35delG no gene GJB2 em casos de perda auditiva neurossensorial não-sindrômica bilateral profunda, resultado que concorda com a literatura. Foi possível, também, diagnosticar como genética a causa da surdez em uma parcela significativa de crianças. Estes dados reforçam a importância do estudo molecular em pacientes com surdez de origem supostamente idiopática, uma vez que esse exame possibilita esclarecer a etiologia da perda auditiva.

Keywords : conexina 26; implantes cocleares; surdez neurossensorial.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese