SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.75 issue2Do foreign bodies migrate through the body towards the heart?Cleft palate children: performance in auditory processing tests author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Otorrinolaringologia

Print version ISSN 0034-7299

Abstract

AMORIM, Wander Lopes et al. Estudo experimental da resposta tecidual à presença de celulose produzida por Acetobacter xylinum no dorso nasal de coelhos. Rev. Bras. Otorrinolaringol. [online]. 2009, vol.75, n.2, pp. 200-207. ISSN 0034-7299.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-72992009000200008.

Vários materiais são propostos para reconstrução nasal, não havendo consenso sobre qual o melhor. A manta de celulose produzida por bactéria pode ser mais um elemento para adição cartilaginosa. Não há estudos deste material no dorso nasal. OBJETIVO: Avaliar a resposta tecidual à presença da celulose bacteriana no dorso nasal de coelhos. MATERIAL E MÉTODO: Foram utilizados 22 coelhos Nova Zelândia, sendo que em 20 deles foi implantada a manta de celulose no dorso nasal e em 2 controles nada foi feito. Foram acompanhados por um período de três e seis meses, sendo então retirados as regiões do dorso nasal e narinas dos coelhos e realizado estudo histopatológico levando em consideração parâmetros definidos de condição inflamatória como congestão vascular, intensidade do processo inflamatório e presença de exsudato purulento. RESULTADOS: O processo inflamatório manteve-se estável, demonstrando sua relação com o procedimento cirúrgico, e não com a presença da manta de celulose. Nos demais parâmetros estudados não houve diferença estatisticamente significante. CONCLUSÃO: A manta de celulose de Acetobacter xylinum mostrou boa biocompatibilidade e manteve-se estável no decorrer do tempo de estudo, podendo ser considerada um bom material para uso na elevação do dorso nasal.

Keywords : biocompatibilidade; celulose; coelhos; nariz.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese