SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.53 número especialO Brasil e o multilateralismo econômico, político e ambiental: o governo Lula (2003 - 2010)Questões de segurança no governo Lula: da perspectiva reativa para a afirmativa índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista Brasileira de Política Internacional

versão impressa ISSN 0034-7329

Resumo

BARROS-PLATIAU, Ana Flávia. Quando países emergentes reformam a governança global das mudanças climáticas. Rev. bras. polít. int. [online]. 2010, vol.53, n.spe, pp. 73-90. ISSN 0034-7329.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-73292010000300005.

Por causa de seu recente sucesso econômico, o Brasil é considerado um país emergente. Isso vale também para a governança ambiental? Este artigo argumenta que, apesar de o Brasil ter um perfil sui generis, o País pode ser considerado uma potência emergente em alguns regimes ambientais, como o de mudanças climáticas. Portanto, as teorias de relações internacionais precisam de mais instrumentos analíticos para lidar com o impacto de potências emergentes na governança ambiental global

Palavras-chave : Brasil; potências emergentes; governança ambiental.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · pdf em Inglês