SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.58 issue3Orchids in vitro propagation: potassium iodide and cobalt chloride in Knudson C culture mediumSex determination in channel catfish (Ictalurus punctatus) using endoscopy author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Ceres

Print version ISSN 0034-737X

Abstract

BEZERRA, Tânya Sulamytha et al. Avaliação físico-química e aplicação de modelos matemáticos na predição do comportamento de polpas de manga desidratadas em pó. Rev. Ceres (Impr.) [online]. 2011, vol.58, n.3, pp. 278-283. ISSN 0034-737X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-737X2011000300005.

A manga é uma fruta tropical muito popular em virtude das suas características exóticas e do seu valor nutritivo, sendo bastante apreciada na culinária e na alimentação da população brasileira. Este trabalho teve como objetivo analisar o comportamento higroscópico dos pós de manga das variedades Rosa e Tommy Atkins através de isotermas de adsorção, e as características físico-químicas e minerais tanto destes pós quanto das frutas na sua forma in natura. A partir dos resultados obtidos das análises físico-químicas e minerais para as amostras in natura e em pó, observa-se que as variedades Rosa e Tommy Atkins são estatisticamente semelhantes entre si na maioria dos parâmetros analisados. No entanto, observa-se que a variedade Rosa apresentou uma melhor qualidade nutricional que a variedade Tommy Atkins, notadamente no que se refere ao teor de vitamina C e carotenóides. Para o ajuste das isotermas de adsorção, os modelos de GAB e de Oswin se ajustaram satisfatoriamente aos dados experimentais dos pós de manga, exceto para a variedade Rosa. Também foi detectado que em ambientes com atividade de água elevada (a partir de 0,70) os pós das variedades Rosa e Tommy Atkins apresentam um comportamento mais higroscópico.

Keywords : Mangifera indica L.; isoterma de adsorção; polpa; higroscópio.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese