SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.58 número6Biodigestão anaeróbia de efluente de abatedouro avícolaUniformidade de distribuição de calda no dossel do feijoeiro, utilizando análise espectrofotométrica índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista Ceres

versão impressa ISSN 0034-737X

Resumo

FERNANDES, Haroldo Carlos et al. Efeito do aquecimento e resfriamento de pisos no desempenho de matrizes e leitões. Rev. Ceres [online]. 2011, vol.58, n.6, pp. 701-709. ISSN 0034-737X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-737X2011000600004.

O ambiente da criação intensiva de suínos influencia diretamente as condições de conforto e bem-estar animal; ambiente estressante provoca várias respostas, dependendo da capacidade de adaptação do animal, e as instalações têm como finalidade minimizar esses problemas. Objetivou-se, com este trabalho, avaliar o comportamento fisiológico e os índices zootécnicos das matrizes e dos leitões, com a utilização dos sistemas de aquecimento e resfriamento do piso. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, no esquema fatorial em parcelas subdivididas, com cinco repetições para os tratamentos: piso aquecido para os leitões e resfriado para as matrizes (PCARA), piso sem aquecimento para os leitões e resfriado para as matrizes (PRCA) e piso sem modificação (PSMCA). Foram avaliados os parâmetros térmicos e fisiológicos das matrizes dos tratamentos PRCA e PCARA. O tratamento PRCA apresentou o melhor resultado, proporcionando maior conforto térmico para os animais, que atingiram em média um ganho 233 gramas por dia.

Palavras-chave : Instalações suinícolas; microclima; conforto térmico.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português