SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.59 número6Desempenho inicial do milho, em resposta à adubação NPK combinada com a inoculação de Herbaspirillum seropedicaeMorfologia e estabilidade de agregados de um Latossolo em função do manejo e da gessagem índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Ceres

versão impressa ISSN 0034-737X

Resumo

SOUZA, Carla de Bem dos Santos et al. Produção de minitubérculos de batata-semente básica em substrato em razão de doses de nitrogênio. Rev. Ceres [online]. 2012, vol.59, n.6, pp.850-858. ISSN 0034-737X.  https://doi.org/10.1590/S0034-737X2012000600016.

A dose ótima de nitrogênio (N) na cultura da batata depende do sistema de produção. O objetivo deste trabalho foi determinar a dose ótima de N para a produção de minitubérculos de batata-semente básica e avaliar o efeito de doses de N sobre índices nitrogenados e fisiológicos determinados na folha mais jovem completamente desenvolvida (quarta folha) e na folha mais velha da planta, aos 60 dias após o plantio. O experimento foi realizado em ambiente protegido, no Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Viçosa. Os tratamentos foram constituídos por cinco doses de N (0, 45, 90, 180 e 360 mg dm-3), sendo 10% de cada dose aplicada em pré-plantio e o restante via água de irrigação, diariamente, por 30 dias. As doses de N influenciaram positivamente os índices fisiológicos (comprimento, largura, área foliar, número de folíolos, massas de matérias fresca e seca) e nitrogenados (teor e conteúdo de N e N-NO3 na matéria seca e índice SPAD) tanto na quarta folha quanto na folha velha. Da mesma forma, doses de N influenciaram positivamente o número e a massa de tubérculos colhidos. O maior número (5,44 tubérculos/planta) e a máxima massa de tubérculos (243,5 g/planta) foram obtidos com 360,0 e 332,9 mg dm-3 de N, respectivamente. Portanto, número e massa de tubérculos não foram otimizados pela mesma dose de N. O índice crítico SPAD na quarta folha foi 38,8, sendo essa mais sensível ao efeito de doses de N do que a folha mais velha.

Palavras-chave : Solanum tuberosum L.; propagação; diagnóstico; clorofilômetro; nutrição; vaso.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons