SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.61 issue1Molybdenum mixed with glyphosate and alone via foliar spray in no-tillage common bean grown on corn stoverSelection of common bean lines with high grain yield and high grain calcium and iron concentrations author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Ceres

Print version ISSN 0034-737X

Abstract

MATTEDI, André Pugnal et al. Divergência genética de subamostras de tomateiro. Rev. Ceres [online]. 2014, vol.61, n.1, pp.70-76. ISSN 0034-737X.  https://doi.org/10.1590/S0034-737X2014000100009.

Para o avanço de um programa de melhoramento genético é fundamental o conhecimento da variabilidade genética existente na espécie, o que demanda estudos de caracterização e avaliação do germoplasma disponível. Objetivou-se neste estudo a caracterização e avaliação de 101 subamostras de tomateiro do grupo Salada e duas testemunhas comerciais, uma do grupo Salada (cv. Fanny) e outra do grupo Santa Cruz (cv. Santa Clara). Foram realizados quatro experimentos no delineamento em blocos casualizados, com três repetições e cinco plantas por parcelas. Foram realizadas análises de variância conjunta e descartadas as características com interação significativa do tipo complexa entre testemunha e experimento. Posteriormente, foi realizado o diagnóstico de multicolinearidade e descartadas as características que contribuíam para níveis severos de multicolinearidade. A importância relativa de cada característica para divergência genética foi realizada pelo método de Singh (1981), e as de menor importância relativa foram descartadas conforme metodologia de Garcia (1998). Os resultados demonstram grande divergência genética entre as subamostras estudadas para as características morfológicas, agronômicas e organolépticas, indicando potencial para o melhoramento genético. As características sólidos solúveis totais, número médio de frutos bons por planta, espessura do endocarpo, massa média de frutos bons por planta, acidez total, número médio de frutos ruins por planta, diâmetro do entrenó, comprimento do entrenó, espessura do pecíolo principal e largura da folha pouco contribuíram para a divergência genética entre as subamostras, podendo ser descartadas em estudos futuros.

Keywords : Solanum lycopersicum; caracterização; avaliação; variabilidade genética.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License