SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.58 número3APRESENTAÇÃO DO CHEF NA VIDA COTIDIANA: SOCIALIZAÇÃO DOS CHEFS EM LIMA, PERUCOCRIAÇÃO DE VALOR NA CADEIA DO CAFÉ ESPECIAL: O MOVIMENTO DA TERCEIRA ONDA DO CAFÉ índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista de Administração de Empresas

versão impressa ISSN 0034-7590versão On-line ISSN 2178-938X

Resumo

HOAG, THOMAS MICHAEL  e  LEMME, CELSO FUNCIA. INDÚSTRIA DE ALIMENTOS DE ORIGEM ANIMAL: RISCOS E OPORTUNIDADES PARA O SETOR DECORRENTES DAS POLÍTICAS DE BEM-ESTAR ANIMAL. Rev. adm. empres. [online]. 2018, vol.58, n.3, pp.244-253. ISSN 0034-7590.  http://dx.doi.org/10.1590/s0034-759020180305.

O bem-estar dos animais de produção emergiu, nos últimos anos, como risco ou oportunidade potencial para a indústria de alimentos de origem animal. Essa questão tem alcance abrangente, devido aos grandes fluxos comerciais e à estrutura de muitas empresas multinacionais do agronegócio, setor crítico da economia brasileira e internacional. Este estudo exploratório tentou mapear as agendas de empresas do setor e compará-las com as das principais partes interessadas (stakeholders), visando a entender melhor os riscos e oportunidades que os ativos intangíveis das empresas enfrentam em relação ao bem-estar dos animais. O mapeamento foi feito por meio da consulta a websites e relatórios corporativos de sustentabilidade. O principal resultado foi mostrar que a indústria está negligenciando a questão do bem-estar animal como um problema material.

Palavras-chave : Sustentabilidade corporativa; riscos e oportunidades; bem-estar dos animais de produção; ativos intangíveis; avaliação de empresas.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )