SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.50 número4Índice de Desempenho Integral aplicado às regiões administrativas locais de Bogotá D.C.Um "elefante branco" nas dunas de Natal? Uma análise pós-desenvolvimentista dos discursos acerca da construção da Arena das Dunas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista de Administração Pública

versão impressa ISSN 0034-7612

Resumo

PEROSA, Graziela Serroni; LEITE, Cristiane Kerches da Silva; FONSECA, Francisco César Pinto da  e  LEBARON, Frédéric. Patologias sociais na metrópole de São Paulo: análise socioespacial de indicadores nas subprefeituras. Rev. Adm. Pública [online]. 2016, vol.50, n.4, pp.635-658. ISSN 0034-7612.  http://dx.doi.org/10.1590/0034-7612151585.

Objetiva-se discutir a importância de análises multideterminadas para a gestão de políticas públicas no âmbito da administração pública. A partir do Censo de 2010 discutem-se as disparidades econômicas e sociais entre as subprefeituras do município de São Paulo por meio do método de análise de componentes principais (ACP) com base nas dimensões derivadas do Índice de Saúde Social, indicador que fornece panorama mais complexo do que o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). A análise multideterminada baseia-se na noção de "espaço social" (Bourdieu) e possibilita valioso instrumento de diagnóstico e impacto de políticas públicas, articulando múltiplas dimensões dos fenômenos sociais. Conclui-se que, pelo método da ACP, é possível observar como os indicadores tradicionais ocultam sutilezas e diferenças quanto às desigualdades de territórios aparentemente homogêneos.

Palavras-chave : indicadores sociais; patologias sociais; espaço social; gestão de políticas públicas..

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )