SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue1Anthropometric methodology of nutritional diagnosis: an example from the Brazilian North-EastThe prevention of dental caries: the question of salt fluoridation author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

MIRRA, Antonio Pedro et al. Epidemiologia do câncer do esôfago em São Paulo, Brasil. Rev. Saúde Pública [online]. 1982, vol.16, n.1, pp. 54-65. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101982000100005.

São examinados aspectos da incidência de câncer do esôfago para residentes no município de São Paulo, (Brasil), no ano de 1975. Dados coletados pelo Registro de Câncer mostram um coeficiente de 6,4 e 1,3 por cem mil homens e mulheres, respectivamente; quando padronizados pela "população mundial" os coeficientes são 9,2 e 2,0 por cem mil. As taxas do sexo masculino mostram que São Paulo está a um nível de risco maior do que outras três cidades brasileiras, com dados conhecidos, Fortaleza, Recife e Rio de Janeiro; no sexo feminino não há evidências de diferenças, a não ser possivelmente em relação a Fortaleza. As curvas de incidência específica segundo idade e sexo concordam com o padrão descrito por Higginson e Muir; valores para a inclinação do 1nI (incidência específica por idade) nas idades 35 a 75 foram 5,7 para o sexo masculino e 4,4 para o feminino, ajustando-se uma linha reta. Os nativos de São Paulo apresentam uma menor incidência do que os nascidos fora da cidade; para as duas categorias de imigrantes brasileiros residentes de São Paulo, as incidências para homens são consistentemente altas. As razões masculino-feminino de incidência apresentam regularidade nos grupos brasileiros; entre os estrangeiros as razões são maiores.

Keywords : Câncer [São Paulo,SP, Brasil]; Epidemiologia.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese