SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue2Analysis of standards of living and health in the urban population of Botucatu, S. Paulo State (Brazil): III - Health professionals' knowledge of and opinions about symptoms of diseases, 1984Socioeconomic factors associated with postneonatal mortality in Cuba author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

LAURENTI, Ruy et al. Mortalidade de mulheres em idade fértil no Município de São Paulo (Brasil), 1986: I - Metodologia e resultados gerais. Rev. Saúde Pública [online]. 1990, vol.24, n.2, pp. 128-133. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101990000200008.

Foi feita uma investigação da fidedignidade das declarações de óbito referentes a uma amostra de um quarto dos óbitos de mulheres em idade fértil (10-49 anos) residentes no Município de São Paulo, SP, Brasil, em 1986. Foram obtidos para cada óbito dados complementares através de entrevista domiciliar e revisão de prontuários e de laudos de necrópsia quando existentes. Foram estudados 953 casos que evidenciaram um bom preenchimento das declarações exceto para causas maternas e para afecções respiratórias terminais, as primeiras grandemente subenumeradas. O coeficiente de mortalidade materna oficial era de 44,5 por 100.000 nascidos vivos (NV) e o verdadeiro foi de 99,6 por 100.000 NV. As três primeiras causas de morte eram, em ordem decrescente de importância, as doenças do aparelho circulatório, os neoplasmas e as causas externas. Uma proporção de 40,47% de mulheres falecidas fumava e outra, de 11,0% ingeria regularmente grande quantidade de bebidas alcoólicas.

Keywords : Mortalidade materna; Causa da morte; Atestados de óbitos.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese