SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 issue2Tobacco use in health-science students author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

GIR, Elucir et al. Expressão epidemiológica de outras doenças sexualmente transmissíveis entre portadores de AIDS. Rev. Saúde Pública [online]. 1994, vol.28, n.2, pp. 93-99. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101994000200001.

Objetivou-se avaliar a freqüência de outras doenças sexualmente transmissíveis (DST) em pacientes portadores de AIDS, identificando-se suas associações epidemiológicas e possíveis relações com as categorias de exposição ao vírus. Os dados foram coletados dos prontuários médicos, identificando-se as DST com base em dados de anamnese, exame físico e exames laboratoriais. Dos portadores de HIV/AIDS, atendidos no hospital estudado, de janeiro de 1986 a janeiro de 1992, 207 constituíram a amostra estudada. Dos pacientes estudados, 88 (42,5%) apresentaram alguma DST e 119 (57,5%) não, resultando proporção de pacientes com DST/pacientes sem DST igual a 0,7. As DST mais prevalentes foram hepatite B (33, 3%), sífilis (30, 3%) e gonorréia (12, 9%). Quanto às categorias de exposição dos indivíduos ao HIV, a mais prevalente foi a sangüínea (44,9%), seguida pela sexual (21,3%), sexual e sangüínea (17, 9%) e indeterminada em 15, 9%. Comparando particularmente as categorias de transmissão sexual e sangüínea do HIV e a presença de outras DST, estas foram significativamente mais freqüentes nos casos cuja categoria de exposição referida foi a sexual.

Keywords : Doenças sexualmente transmissíveis [epidemiologia]; Síndrome de imunodeficiência adquirida [complicações]; Fatores de risco.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese