SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 issue3Training of local health managers: process of identification of strategic actionsReproductive risk factors associated with breast cancer in Columbian women author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

ALBARRACIN-VEIZAGA, Hugo et al. Doença de Chagas numa área de ocupação recente em Cochabamba, Bolívia. Rev. Saúde Pública [online]. 1999, vol.33, n.3, pp. 230-236. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101999000300003.

INTRODUÇÃO: Estudo descritivo, entomológico e soroepidemiológico da infecção chagásica em área de ocupação recente da periferia de Cochabamba, Bolívia: Avaroa/Primer de Mayo, onde o nível socioeconômico da população é baixo e não foram instituídas medidas de controle. MÉTODOS: Por meio da reação de imunofluorescência indireta (RIFI), de anticorpos IgG e IgM anti-Trypanosoma cruzi em sangue capilar absorvido em papel-filtro, foram pesquisadas 128 pessoas (73 femininas e 55 masculinas) selecionadas por amostragem sistemática dentre 3.000 habitantes. Registraram-se idade, sexo, naturalidade, ocupação, tempo de moradia e características de construção das casas. RESULTADOS: Verificou-se que 12,5% (16/128) foram sororreagentes: 15,1% (11/73) do sexo feminino e 9,1% (5/55) masculino. O tempo médio de moradia foi de 6,1 anos para toda a amostra da população e de 7,4 anos para os sororreagentes. Predominaram construções de adobe (76,7%), teto de zinco (86,7%) e piso de terra (53,4%). Observaram-se gretas nas paredes de 80,0% das casas (n=30). Capturaram-se 148 exemplares de triatomíneos: 147 de Triatoma infestans, 104 (70.7%) intradomiciliares, e 1 de T. sordida, peridomiciliar. Os índices de infestação e de densidade por casa visitada foram, respectivamente, 53,3 e 493,0. A identificação dos hospedeiros dos triatomíneos (reações de precipitina) foi: aves, 67,5%; humanos, 27,8%; roedores, 11,9%; cães, 8,7%; e gatos, 1,6%. Os adultos e ninfas de T. infestans infectados por tripanossomas foram: 21 (14,3%), dos quais 18 (85,7%) intradomiciliares. CONCLUSÕES: Na área periférica de Cochabamba estudada foram encontrados todos os elementos da cadeia de transmissão vetorial: pessoas e vetores infectados e cobaios criados no interior das casas. A proximidade de Cochabamba, onde as transfusões de sangue são freqüentes, representa um risco adicional de transmissão. É necessária a pronta instituição de medidas profiláticas e trabalho educativo sobre as vias de transmissão da doença de Chagas, inclusive transfusional e congênita.

Keywords : Doença de Chagas [epidemiologia]; Áreas de pobreza; Ecologia de vetores.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English