SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 número3Consenso e diferenças em equipes do Programa Saúde da FamíliaIsolamento de cepas de Mycobacterium avium em búfalos abatidos para consumo índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista de Saúde Pública

versão impressa ISSN 0034-8910versão On-line ISSN 1518-8787

Resumo

BRAGA, Marina Vianna  e  LIMA, Marli Maria. Efeitos de níveis de privação alimentar sobre a oogênese de Panstrongylus megistus. Rev. Saúde Pública [online]. 2001, vol.35, n.3, pp.312-314. ISSN 0034-8910.  https://doi.org/10.1590/S0034-89102001000300015.

Os efeitos da privação alimentar sobre a oogênese de P. megistus foram estudados em laboratório. Imediatamente após a ecdise imaginária, foram formados seis grupos (GI a GVI) de 15 casais, que receberam alimentação da seguinte maneira: GI ¾ no 5º e no 25º dias de jejum; GII ¾ no 5º e 35º dias; GIII ¾ no 5º e no 45º dias; GIV ¾ no 20º dia; GV ¾ no 30º dia; GVI ¾ no 40º dia de jejum. Após esses períodos, todos os grupos receberam alimentação a cada 15 dias. O grupo de controle foi formado por 15 casais, alimentados no 5º dia após a ecdise imaginária e, subseqüentemente, a cada 15 dias. GI apresentou o maior número de acasalamentos, produziu mais ovos e maior fertilidade. GII teve maior vida média, maior fecundidade e maior número de eclosões. GIII apresentou o menor período de sobrevivência, baixas fecundidade, fertilidade e eclosões. GVI apresentou os resultados menos favoráveis em todos os parâmetros, exceto em relação ao período de pré-ovipostura. O grupo de controle apresentou os melhores resultados em todos os parâmetros.

Palavras-chave : Triatominae [fisiologia]; Privação de alimentos; Reprodução; Insetos vetores; Doença de Chagas [prevenção e controle]; Panstrongylus.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons