SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.36 issue5Advanced life support: care provided to motor vehicle crash victimsAnticaries effectiveness of fluoride toothpaste: a meta-analysis author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

SCHRAMM, Joyce MA; SZWARCWALD, Célia L  and  ESTEVES, Maria AP. Assistência obstétrica e risco de internação na rede de hospitais do Estado do Rio de Janeiro. Rev. Saúde Pública [online]. 2002, vol.36, n.5, pp. 590-597. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102002000600008.

OBJETIVO: Estudar a variação das taxas de mortalidade neonatal precoce, natimortalidade e de um conjunto de indicadores da rede de hospitais que prestaram atenção obstétrica ao Sistema Único de Saúde, visando o monitoramento das unidades hospitalares a partir do Sistema de Informações Hospitalares (SIH/SUS) e do Sistema de Nascidos Vivos (SINASC). MÉTODOS: Em 1997, 135 hospitais do Estado do Rio de Janeiro foram estudados por meio da análise estatística fatorial, pelo método de componentes principais. Estabeleceu-se a distribuição dos escores dos estabelecimentos nos dois primeiros componentes, o que permitiu classificar os hospitais segundo o perfil de risco materno das internações e os resultados da assistência. RESULTADOS: Observou-se que a rede obstétrica do Sistema Único de Saúde no Estado, responsável por cerca de 77,8% dos partos, possui 23% dos hospitais que realizam menos de 100 partos/ano. Entre os hospitais com perfil de internação de extremo risco materno e baixo desempenho encontram-se unidades consideradas referência para gestação de alto risco. Observou-se que 5% dos hospitais possuidores de estruturas de baixa complexidade apresentaram um perfil de risco materno alto e resultados da assistência questionáveis. CONCLUSÕES: O SIH/SUS mostrou ser uma importante fonte de dados para monitorar a natimortalidade e a mortalidade neonatal precoce hospitalares e para o planejamento das ações de vigilância das unidades hospitalares obstétricas e neonatais.

Keywords : Mortalidade neonatal [saúde pública]; Morte fetal; prevenção; Obstetrícia; Estrutura dos serviços; SUS (BR); Assistência ao paciente; Maternidades; Atenção obstétrica; Vigilância de serviços de saúde.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese