SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 issue4Work, social support and leisure protect the elderly from functional loss: epidoso studyMental health problems and smoking among adolescents from Southern Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

MARTIN, Denise; ANDREOLI, Sergio Baxter; PINTO, Rosa Maria Ferreiro  and  BARREIRA, Tânia Maria Hourneaux de Mendonça. Condições de vida de portadores de transtornos psicóticos vivendo em cortiços em Santos, SP. Rev. Saúde Pública [online]. 2011, vol.45, n.4, pp. 693-699. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102011000400008.

OBJETIVO: Descrever condições de vida e sociabilidade de portadores de transtornos mentais graves moradores de cortiços. PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS: Estudo qualitativo com moradores adultos de cortiços da região central de Santos, SP, realizado em 2004-2006. Foram realizadas observações etnográficas em quatro cortiços e entrevistas semi-estruturadas em profundidade com oito mulheres que conviviam com portadores de transtornos psicóticos. A forma de análise empregada foi a qualitativa fundamentada na Antropologia. ANÁLISE DOS RESULTADOS: Os cortiços apresentaram características específicas quanto à sociabilidade. As dificuldades com os pacientes psicóticos decorriam da quebra mínima das regras mínimas. Em um dos cortiços, uma moradora agia como cuidadora dos pacientes e mantinha contato próximo com o serviço de saúde. Apesar do convívio cotidiano com os portadores, as participantes não possuíam informações sobre o transtorno e os consideravam loucos, nervosos ou mentalmente fracos. Acreditavam que deveriam morar em outro local que não o cortiço. CONCLUSÕES: A população moradora de cortiços não trata os portadores de transtorno psicótico de forma diferente da população geral, devido a desconhecimento, discriminação e estigma. As condições de vida são precárias para todos e não são diferentes para os moradores portadores de transtorno psicótico, exceto para aqueles que residiam na moradia coletiva com maior número de pacientes, organizada em função deles e dependente economicamente de seus benefícios.

Keywords : Transtornos Psicóticos; Condições Sociais; Áreas de Pobreza; Pesquisa Qualitativa.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese