SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 issue4Risks and controversies in the social construction of the concept of healthy food: the case of soyA revised version of the Healthy Eating Index for the Brazilian population author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista de Saúde Pública

On-line version ISSN 1518-8787

Abstract

TRAEBERT, Jefferson; BORTOLUZZI, Marcelo Carlos  and  KEHRIG, Ruth Terezinha. Auto-percepção das condições de saúde da população adulta, Sul do Brasil. Rev. Saúde Pública [online]. 2011, vol.45, n.4, pp.789-793.  Epub June 10, 2011. ISSN 1518-8787.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102011005000036.

O objetivo do estudo foi estimar como a população adulta (20 a 59 anos) de Joaçaba, SC, avalia sua condição de saúde. Realizou-se um estudo transversal em 2006 envolvendo amostra representativa (n = 707). O questionário levantou condições sociodemográficas, restrição das atividades diárias, realização de consulta médica, internação hospitalar e auto-percepção de saúde. Procedeu-se a análise de regressão logística múltipla hierarquizada. Constatou-se que 74,7% dos indivíduos percebia sua saúde como boa e 3,9% a percebia como ruim/muito ruim. Não estar trabalhando no momento da entrevista e deixar de realizar atividades habituais por problemas de saúde aumentaram significativamente a chance de uma auto-avaliação da condição de saúde como ruim/muito ruim.

Keywords : Saúde do Adulto; Auto-Avaliação; Atividades Cotidianas; Fatores Socioeconômicos; Estudos Transversais.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License