SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 issue4Risks and controversies in the social construction of the concept of healthy food: the case of soyA revised version of the Healthy Eating Index for the Brazilian population author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

TRAEBERT, Jefferson; BORTOLUZZI, Marcelo Carlos  and  KEHRIG, Ruth Terezinha. Auto-percepção das condições de saúde da população adulta, Sul do Brasil. Rev. Saúde Pública [online]. 2011, vol.45, n.4, pp. 789-793.  Epub June 10, 2011. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102011005000036.

O objetivo do estudo foi estimar como a população adulta (20 a 59 anos) de Joaçaba, SC, avalia sua condição de saúde. Realizou-se um estudo transversal em 2006 envolvendo amostra representativa (n = 707). O questionário levantou condições sociodemográficas, restrição das atividades diárias, realização de consulta médica, internação hospitalar e auto-percepção de saúde. Procedeu-se a análise de regressão logística múltipla hierarquizada. Constatou-se que 74,7% dos indivíduos percebia sua saúde como boa e 3,9% a percebia como ruim/muito ruim. Não estar trabalhando no momento da entrevista e deixar de realizar atividades habituais por problemas de saúde aumentaram significativamente a chance de uma auto-avaliação da condição de saúde como ruim/muito ruim.

Keywords : Saúde do Adulto; Auto-Avaliação; Atividades Cotidianas; Fatores Socioeconômicos; Estudos Transversais.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese