SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.47 issue2Art, culture and care in psychosocial healthcare servicesPreventable infant mortality and barriers to access to primary care in Recife, Northeastern Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

GRABOIS, Marilia Fornaciari; DE OLIVEIRA, Evangelina X G  and  SA CARVALHO, Marilia. Assistência ao câncer entre crianças e adolescentes: mapeamento dos fluxos origem-destino no Brasil. Rev. Saúde Pública [online]. 2013, vol.47, n.2, pp.368-378. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-8910.2013047004305.

OBJETIVO:

Analisar os fluxos de viagens de crianças e adolescentes com câncer, entre os locais de residência e serviço de saúde.

MÉTODOS:

Foram analisados os fluxos de viagens de crianças e adolescentes com câncer entre os locais de residência e de serviço de saúde atendidos no Sistema Único de Saúde (SUS), de 2000 a 2007. A unidade de análise foi a regional de saúde. Utilizou-se o sistema de informações geográficas e metodologia de redes por tipo de tratamento recebido (quimioterapia e radioterapia) e internações hospitalares.

RESULTADOS:

Foram emitidas 465.289 autorizações de quimioterapia, 29.151 de radioterapia e 383.568 de internações hospitalares de crianças e adolescentes com diagnóstico de câncer para tratamento no SUS. O fluxo dominante formou 48 redes para quimioterapia, 53 para radioterapia e 112 para internações hospitalares. A maior parte do volume de atendimento ocorreu nas regionais de saúde das 12 maiores metrópoles do País com grande relacionamento entre elas e extensa área de influência direta acompanhando a estrutura da rede urbana brasileira.

CONCLUSÕES:

A identificação das redes estabelecidas no âmbito do SUS para o atendimento de crianças e adolescentes com câncer mostra que a maioria dos pacientes está contemplada pelas redes estruturadas. Cerca de 10% das viagens ocorrem fora do fluxo dominante, indicando a necessidade de regionalização alternativa. Os resultados evidenciam a importância do planejamento da distribuição dos serviços de acordo com as necessidades da população usuária.

Keywords : Criança; Adolescente; Neoplasias; Institutos de Câncer, provisão & distribuição; Serviço Hospitalar de Oncologia; Acesso aos Serviços de Saúde; Sistemas de Informação Geográfica; Sistema Único de Saúde.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )