SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.52Private dental insurance expenditure in BrazilAnalysis of the national school feeding program in the municipality of Viçosa, state of Minas Gerais author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910On-line version ISSN 1518-8787

Abstract

FERREIRA, Aline Chimello; CHIARAVALLOTI NETO, Francisco  and  MONDINI, Adriano. Dengue em Araraquara, SP: epidemiologia, clima e infestação por Aedes aegypti. Rev. Saúde Pública [online]. 2018, vol.52, 18.  Epub Feb 26, 2018. ISSN 0034-8910.  https://doi.org/10.11606/s1518-8787.2018052000414.

OBJETIVO

Descrever a epidemiologia da dengue em cidade de médio porte do estado de São Paulo.

MÉTODOS

Foram obtidas informações sobre os casos notificados e confirmados de dengue em Araraquara, SP, entre 1991 e 2015, como sorotipos circulantes, casos graves e óbitos, faixa etária, sexo, entre outras. Também foram levantadas as informações climáticas e de infestação pelo vetor. Essas variáveis foram trabalhadas descritivamente, utilizando-se medidas estatísticas como frequências, médias, mínimo e máximo. Calcularam-se taxas de incidência de dengue segundo mês, ano, idade e sexo, e série histórica de casos de dengue, infestação e variáveis climáticas.

RESULTADOS

Foram confirmados 16.431 casos de dengue entre 1991 e 2015. O maior número de notificações foi registrado em 2015 (7.811 casos). De forma geral, a faixa etária com o maior número de notificações encontra-se entre 20 e 59 anos. As maiores incidências, geralmente entre março e maio, ocorreram após o aumento da pluviosidade e infestação, em janeiro.

CONCLUSÕES

Os altos níveis de infestação que aumentam com as chuvas refletem-se nas taxas de incidência da doença. É fundamental conhecer a epidemiologia da dengue em cidades de médio porte. Seus resultados podem ser estendidos para doenças como Zika e Chikungunya (transmitidas pelo mesmo vetor e notificadas na cidade). A intensificação dos esforços de vigilâncias em períodos que precedem as epidemias poderia ser uma estratégia a ser considerada para o controle da dispersão viral.

Keywords : Dengue, epidemiologia; Surtos de Doenças; Fatores de Risco; Doenças Transmissíveis; Vigilância Epidemiológica.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )