SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.54Occupational exposure to pesticides and health symptoms among family farmers in BrazilOlder adults with dementia: knowledge and attitudes of physicians in health units author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910On-line version ISSN 1518-8787

Abstract

SILVA, Flávia Calanca da et al. Os impactos da violência sexual vivida na infância e adolescência em universitários. Rev. Saúde Pública [online]. 2020, vol.54, 134.  Epub Dec 14, 2020. ISSN 1518-8787.  https://doi.org/10.11606/s1518-8787.2020054002576.

OBJETIVO:

Investigar a prevalência de adolescentes e adultos jovens que foram vítimas de violência sexual em algum momento da vida e comparar a presença de sintomas depressivos e ansiosos, qualidade de vida e uso de álcool, tabaco e drogas ilícitas entre esta população e a que não sofreu abuso.

MÉTODOS:

Aplicaram-se questionários e instrumentos validados, em uma população de estudantes universitários, para avaliar: perfil e comportamento sexual, nível socioeconômico, presença ou não de violência sexual (Questionário sobre a Exposição a Eventos Traumatizantes), sintomas depressivos (Inventário de Depressão de Beck) e ansiosos (Inventário de Ansiedade de Beck), qualidade de vida (World Health Organization's Quality of Life Assessment) e o uso ou abuso de tabaco, álcool e drogas ilícitas (Teste para Triagem do Envolvimento com Fumo, Álcool e Outras Drogas).

RESULTADOS:

Dos 858 alunos que responderam à pesquisa, 71 (8,3%) foram vítimas de violência sexual, sendo 52 meninas (73,2%). No grupo vítima de abuso havia mais alunos que já tinham tido a coitarca (p = 0,029), alunas que já engravidaram (p = 0,001), estudantes com maiores escores para sintomas depressivos (p < 0,001) e ansiosos (p = 0,001), alunos com pior qualidade de vida (p < 0,001) e que usavam mais tabaco (p = 0,008) e maconha (p = 0,025) bem como abusavam de hipnóticos ou sedativos (p = 0,048) que no grupo não vítima.

CONCLUSÃO:

Os impactos causados pelo abuso são diversos e afetam, mesmo no longo prazo, a vida dos sobreviventes. Abordar o tema e o discutir, amplamente, em todas as esferas da sociedade é uma forma de mobilizar, sensibilizar e instrumentalizar o coletivo, desmistificando o assunto e chamando atenção para essa importante questão social.

Keywords : Adolescente; Adulto Jovem; Comportamento Sexual; Abuso Sexual na Infância; Delitos Sexuais; Transtornos Mentais, epidemiologia; Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )