SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 issue1Attempt at erradicating hymenolepiasis within a close community using praziquantelInvestigation of the therapeutical efficacy and the morphological alterations induced on the Hymenolepis nana eggs, administering praziquantel in two dose schedules author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

Print version ISSN 0036-4665

Abstract

LAMBERTUCCI, José Roberto et al. Eficácia terapêutica da oxamniquine oral no tratamento da salmonelose septicêmica prolongada. Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo [online]. 1985, vol.27, n.1, pp. 33-39. ISSN 0036-4665.  http://dx.doi.org/10.1590/S0036-46651985000100007.

Trinta e cinco pacientes com salmonelose septicêmica prolongada (SSP) foram selecionados para o estudo. Vinte (Grupo 1), foram tratados com a oxamniquine oral (15-20mg/kg de peso, dose única) e 15 (Grupo 2) com o cloranfenicol (50mg/kg de peso/15-20 dias). Realizaram-se exames clínico, laboratorial e radiológico antes e após o tratamento. Oito pacientes do Grupo 1 (40%) exibiram uma ou mais queixas após o tratamento. Exceção feita a um paciente que apresentou crise convulsiva, uma hora após a ingestão do medicamento, os demais efeitos colaterais foram de pouca importância. Não se observou efeito tóxico da oxamniquine à luz dos exames complementares realizados após o tratamento. Os pacientes do Grupo 2, não apresentaram qualquer manifestação que pudesse ser imputada ao cloranfenicol. No Grupo 1, 90% dos pacientes foram considerados curados e no Grupo 2, 93% também o foram. Os Autores concluem pela boa eficácia e baixa toxicidade da oxamniquine no tratamento da SSP.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese