SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 issue3A serological survey for antibodies to Piry Arbovirus in Ribeirão Preto region, São Paulo states, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

Print version ISSN 0036-4665

Abstract

PANNUTI, Claudio Sergio et al. Prevalência de anticorpos para o vírus da hepatite A em duas populações de diferente nível sócio-econômico de São Paulo, Brasil. Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo [online]. 1985, vol.27, n.3, pp. 162-164. ISSN 0036-4665.  http://dx.doi.org/10.1590/S0036-46651985000300009.

Para avaliar a prevalência de anticorpos para o vírus da hepatite A em um país em desenvolvimento, os Autores analisaram 540 amostras de soro de crianças e adultos colhidas em São Paulo, pertencente a duas populações distintas sota o ponto de vista socio-econômico. Os anticorpos IgG anti-VHA foram testados através de radioimunoensaio disponível comercialmente (Havata, Laboratorios Abbott). A prevalência de anticorpos IgG anti-HVA no grupo de baixo nível socioeconómico foi de 75,0% em crianças de 2-11 anos e 100,0% nos adultos, enquanto que no grupo de nível socioeconómico médio observaram-se prevalências acentuadamente mais baixas (40,3% nas crianças de 2 a 11 anos e 91,9% nos adultos). Doadores de sangue voluntários, de nível sócio-econômico médio, apresentaram prevalência de anticorpos de 90,4°/o. Estes achados sugerem que a infecção pelo vírus da hepatite A continua sendo uma infecção altamente endêmica em São Paulo, Brasil.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English