SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 issue4Experimental malaria: Contamination of malalaria strain and experimental animals by eperythrozoon coccoidesDelayed results of treatment of paracoccidioidomycosis with amphotericin B plus sulfamides versus amphotericin B alone author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

Print version ISSN 0036-4665

Abstract

MAGALHAES, Albino Verbosa de et al. Histopatologia da leishmaniose tegumentar por Leishmania braziliensis braziliensis: 1. Padrões histopatológicos e estudo evolutivo das lesões. Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo [online]. 1986, vol.28, n.4, pp. 253-262. ISSN 0036-4665.  http://dx.doi.org/10.1590/S0036-46651986000400008.

Os autores analisam material de biópsias de 378 casos de Leishmaniose Tegumentar, causada por Leishmania braziliensis braziliensis, da localidade endêmica de Três Braços (Estado da Bahia). O parásitos, embora escassos, foram encontrados em 63,7% dos casos da forma cutânea e em 37,5% dos casos da forma mucosa. As alterações dérmicas ou do córion da mucosa permitiram identificar cinco padrões histopatológicos: 1) Reação Exsudativa Celular, constituída por um infiltrado histiolinfoplasmocitário; 2) Reação Exsudativa e Necrótica, na qual ocorre uma necrose no seio do infiltrado inflamatório; 3) Reação Exsudativa e Necrótico-Granulomatosa, que corresponde ao quadro descrito como inflamação crônica granulomatosa com necrose; 4) Reação Exsudativa e Granulomatosa, onde se observa uma reação granulomatosa desorganizada, sem que esteja presente necrose tecidual; 5) Reação Exsudativa e Tuberculóide, caracterizada pelo granuloma tuberculóide. O estudo evolutivo realizado em 49 casos, mostrou que houve uma mudança de padrão histopatológico observada, em biópsias sucessivas, em 63,2% dos casos da forma cutânea e em 45,4% dos casos da forma mucosa. Através desse estudo, é possível afirmar-se que o padrão de Reação Exsudativa Celular constitui o quadro inicial e final da lesão, com os demais padrões aparecendo interposto durante a evolução da doença.

Keywords : Leishmaniose cutâneo; Mucosa; Leishmania brasiliensis; Padrões histopatológicos; Evolução histopatoldgicas das lesões.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese