SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 issue1Passive haemagglutination test for human neurocysticercosis immunodiagnosis: I. Standardization and evaluation of the passive haemagglutination test for the detection of anti-Cysticercus cellulosae antibodies author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

Print version ISSN 0036-4665

Abstract

UEDA, Mirthes et al. Reação de hemaglutinação passiva para o imunodiagnóstico da neurocisticercose humana: II - Comparação de duas metodologias para o preparo de reagente para a reação de hemaglutinação passiva na detecção de anticorpos anti-Cysticercus cellulosae no líquido cefalorraquiano. Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo [online]. 1988, vol.30, n.1, pp. 57-62. ISSN 0036-4665.  http://dx.doi.org/10.1590/S0036-46651988000100010.

São descritas duas metodologias para o preparo de reagente para a reação de hemaglutinação passiva (RHA) destinada à pesquisa de anticorpos anti-Cysticercus cellulosae no líquido cefalorraquiano (LCR). Foram utilizadas hemácias humanas O Rh-formolizadas (HA-1) e hemácias de carneiro tratadas com glutaraldeído (HA-2), sensibilizadas com extrato antigênico salino total (ST) de cisticercos. Cento e quinze amostras de LCR de pacientes com neurocisticercose foram ensaiadas pelos testes HA-1 e HA-2, resultando em positividade de 81,7% e 88,7%, respectivamente. A especificidade obtida foi de 94,4% para HA-1 e 96,6% para HA-2. Não foi observada diferença significativa quanto à capacidade diagnostica dos reagentes na RHA em neurocisticercose (p < 0.05).

Keywords : Neurocysticercosis; Passive haemagglutination test; Cerebrospinal fluid.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English