SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 issue4Detection of asymptomatic hydatic cysts carriers by an enzymatic immunoassayAerosolised pentamidine for Pneumocystis carinii pneumonia in patients with acquired immunodeficiency syndrome author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

Print version ISSN 0036-4665

Abstract

CHIEFFI, Pedro Paulo et al. Parasitismo humano por Phagicola sp. no município de Cananéia, Estado de São Paulo, Brasil . Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo [online]. 1990, vol.32, n.4, pp. 285-288. ISSN 0036-4665.  http://dx.doi.org/10.1590/S0036-46651990000400008.

Relata-se o primeiro caso de parasitismo humano por Phagicola sp. registrado no Brasil em paciente do sexo feminino e de 31 anos de idade que viajara, no início de 1987, para Cananéia, no litoral sul do Estado de São Paulo, permanecendo alguns meses nesse município, por motivos profissionais. A paciente queixava-se de dores em cólica no abdomem; no exame parasitológico de fezes encontraram-se ovos de Phagicola sp. e discreto aumento da quantidade de eosinófilos (8%) no hemograma. A paciente admitiu a ingestão de pedaços crus da tainha (Mugil sp.), em diversas ocasiões, durante sua permanência em Cananéia. O tratamento com praziquantel (75 mg/kg/dia/3 dias) resultou em cura clínica e parasitológica. Não existem outros relatos de parasitismo humano por Phagicola sp. no Brasil. Em outros países, cuidadosa revisão da literatura não logrou encontrar referências de acometimento humano, salvo vaga citação acerca da possível ocorrência de alguns casos no sudeste dos Estados Unidos da América do Norte.

Keywords : Phagicola sp.; Phagicola longa; Heterophyids; Human parasitism; Mullets; Mugil sp.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English