SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 issue4Respiratory abnormalities following Crotalus durissus snakebiteIsolation of urease-positive Vibrio parahaemolyticus from diarrheal patients in Northeast Brazi author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

Print version ISSN 0036-4665

Abstract

MACHADO E SILVA, José Roberto et al. Roedores silvestres como modelos experimentais da esquistossomose mansônica: Akodon arviculoides (Rodentia: Cricetidae). Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo [online]. 1991, vol.33, n.4, pp. 257-261. ISSN 0036-4665.  http://dx.doi.org/10.1590/S0036-46651991000400003.

A infecção experimental do A. arviculoides através de diferentes vias de penetração das cercárias de Schistosoma mansoni (transcutânea e subeutânea) foi estudada pela cinética de eliminação de ovos nas fezes, pela recuperação dos vermes adultos (no sistema porta e nos vasos mesentéricos) e pelo oograma quantitativo. Demonstrou-se que a infecção do A. arviculoides assemelha-se à dos camundongos albinos que serviram de controle, quanto a eficácia das vias de penetração, ao habitat dos vermes adultos e ao oograma. Esses resultados sugerem que se avaliem outros aspectos da relação parasito-hospedeiro para que o A. arviculoides possa ser indicado como modelo experimental alternativo, nos estudos sobre a esquistossomose.

Keywords : Akodon arviculoides; Esquistossomose experimental; Oograma; Roedores; Schistosoma mansoni.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese